Série B: Roger 'ganha' máscara, mas ainda é dúvida para jogo da Ponte Preta

Centroavante teve fratura na face no empate com o Criciúma e depende de adaptação à proteção para entrar em campo

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 12 (AFI) - A participação de Roger entre os titulares da Ponte Preta diante do Vila Nova, nesta quinta-feira, a partir das 21h30, no Estádio Moisés Lucarelli, ainda é incerta.

O jogo sofreu fratura na face no empate sem gols com o Criciúma, no último dia 03, e depende de adaptação à máscara para entrar em campo.

O atleta, inclusive, viajou até São Paulo e foi avaliado por uma clínica especializada no assunto e 'ganhou' a proteção, personalizada com o escudo alvinegro, para ser escalado - caso não vá a campo, João Carlos será o o camisa 9.

Roger é o artilheiro da Ponte Preta na Série B com cinco gols - Álvaro Júnior / PontePress
Roger é o artilheiro da Ponte Preta na Série B com cinco gols

"A máscara do Roger está sendo moldada. Não sei se ele vai conseguir se adaptar. Tive experiência com o Adílson Goiano em relação a isso. Ele ficou dois minutos com ela e arrancou. Não conseguiu, disse que atrapalha. Em se tratando de fratura de face, não é só o fato de jogar", comentou o técnico Gilson Kleina, em entrevista coletiva.

"Há contato, gesto com a cabeça. Cada jogador reage de uma maneira. Roger é um guerreiro, tenho de respeitar. Treinamos com o João Carlos de referência. Há também essa opção se o Roger não reunir condições. Ele tem uma característica pouco diferente, com pouco mais de força", emendou.

A Macaca ocupa a nona colocação na Série B do Campeonato Brasileiro com 31 pontos, três a menos em relação ao Coritiba, primeiro integrante do G4.

O volante Camilo é o único desfalque por suspensão, ao passo que Rafael Longuine e Tiago Marques seguem entregues ao Departamento Médico.