Após tropeços e declaração infeliz, Jorginho não é mais técnico da Ponte Preta

O substituto deve ser um velho conhecido da torcida, Gilson Kleina, que recentemente recusou oferta do Guarani

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 25 (AFI) – A manhã de domingo começou agitada na Ponte Preta. Após o empate por 2 a 2 em casa com o Sport, no sábado, a diretoria optou pela demissão do técnico Jorginho. O comunicado oficial da diretoria, em suas redes sociais, aconteceu exatamente às 11h16. Antes houve uma última reunião entre os dirigentes e o agora ex-técnico.

O treinador já vinha sendo pressionado e chegou a entregar o cargo recentemente, mas voltou atrás. No entanto, a série de resultados ruins no Moisés Lucarelli foi suficiente para que sua passagem pelo clube chegasse ao fim.

CONFIRA MELHORES MOMENTO DO ÚLTIMO JOGO DE JORGINHO !

VICE E DÉRBIS
Essa foi a segunda passagem de Jorginho pela Ponte Preta, com 13 vitórias em 31 jogos. Na primeira, em 2013, o treinador teve aproveitamento inferior, com oito vitórias em 32 jogos.

Foi vice-campeão da Copa Sul-Americana e neste ano venceu dois dérbis, algo que é considerado um campeonato à parte pela torcida. Bateu o Guarani por 3 a 0 no Paulistão e 1 a 0 no primeiro turno da Série B.

DECLARAÇÃO INFELIZ
A última entrevista de Jorginho como técnico da Ponte Preta fica marcada por uma declaração infeliz do treinador, se referindo ao passado do clube, que segue em busca de um título de grande expressão.

“São 119 anos sempre batendo na trave, não é simples. Tem um lado da torcida que te apoia o tempo todo, aí tem meia dúzia de gatos pingados que xinga o tempo todo. Não é simples dentro de um campeonato mudar 119 anos de história”, disse o treinador.

A declaração não pegou bem entre os torcedores da Ponte Preta e gerou um clima de insatisfação ainda maior em relação ao treinador. Para os dirigentes foi uma 'mão na roda' porque a comissão técnica de Jorginho seria caríssima, algo em torno de R$ 250 mil por mês.

PRÓXIMO TREINADOR
O mais provável substituto é Gilson Kleina, que deixou o Criciúma no começo do mês de agosto. O treinador chegou a ser procurado pelo Guarani, mas não entrou em acordo com o time do Brinco de Ouro. Identificado com a Ponte, ele pode ser anunciado nas próximas horas.

A Ponte já volta a campo na próxima terça-feira, quando enfrenta o Brasil de Pelotas, no Bento Freitas, em Pelotas, pela 19ª rodada da Série B. Até lá, o time ainda não deve ser comandado por um novo treinador, mas já deve haver uma definição quanto à escolha da diretoria.