Série B: Torcida causa confusão e Ponte deve perder mando de campo

A Macaca mais uma vez vai ser prejudicada por conta de membros das torcidas organizadas

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 26 (AFI) - A Ponte Preta pode ser mais uma vez prejudicada pelo comportamento da sua torcida. Ou melhor: de membros das torcidas organizadas. No jogo do último sábado, na vitória sobre o Paraná, por 4 a 2, houve tumulto nas arquibancadas.

Durante o intervalo, "torcedores" quebraram um portão que separava a área dos visitantes e partiram para cima dos paranistas, que se defenderam. A confusão só foi controlada com a chegada da Polícia Militar, que demorou um pouco para agir. Não houve ninguém ferido gravemente.

A Ponte Preta dificilmente vai escapar de uma punição por conta de torcedores irresponsáveis
A Ponte Preta dificilmente vai escapar de uma punição por conta de torcedores irresponsáveis
Por ser reincidente, a Macaca dificilmente vai escapar de uma punição e deve perder mandos de campo, assim como aconteceu no início da Série B do ano passado, quando foi punida com a perda de oito mandos - o que acabou influenciando diretamente na não conquista do acesso à elite.

"Fomos informados pela equipe de apoio, que durante o intervalo torcedores da equipe da Ponte Preta, localizados no setor destinados as torcidas organizadas, passaram por um portão de contenção chegando ao portão que separava as torcidas, onde ambas as torcidas forçaram o portão entrando em confronto, sendo logo separados pela Polícia Militar, não existindo invasão de setor, ou torcedores identificados e nem vítimas", relatou na súmula o árbitro potiguar Caio Max Augusto Vieira.

MOTIVO BESTA!
Para variar, a confusão foi causada por conta de rixas entre torcedores organizados. A Fúria Independente do Paraná é aliada a Fúria Independente do Guarani, que é o principal rival da Ponte Preta. Não é a primeira vez, inclusive, que acontece um confronto com membros da Torcida Jovem.