Ponte Preta regulariza uruguaio para Série B e ex-gerente é favorito para voltar

Após praticamente um mês da sua chegada ao Majestoso, enfim Facundo Batista teve seu nome publicado no BID

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 09 (AFI) - Mesmo com a classificação garantida para a decisão do Troféu do Interior contra o Red Bull Brasil, após passar pelo Oeste nas semifinais, a Ponte Preta não esconde de ninguém que já está pensando na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Até por conta disso, praticamente um mês depois da chegada ao Majestoso, o atacante uruguaio Facundo Batista enfim foi regularizado.

Por se tratar de uma transferência internacional as pendências burocráticas do empréstimo do FC Chiasso, da Suíça, demoraram para ser resolvidas. Assim, apenas no final desta segunda-feira (08), Facundo teve o seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e está regularizado para estrear no inicio da Série B.

Após praticamente um mês da sua chegada ao Majestoso, enfim Facundo Batista teve seu nome publicado no BID (Foto: PonTV/Reprodução)
Após praticamente um mês da sua chegada ao Majestoso, enfim Facundo Batista teve seu nome publicado no BID (Foto: PonTV/Reprodução)
Além dele, o atacante recém contratado Renato Kayser também já esta regularizado. Dos novos jogadores, apenas Alex Maranhão ainda está com a documentação em dia, mas deve ser liberado a tempo do inicio da segunda divisão nacional.

VOLTANDO?
Outro assusto que está movimentando os corredores do Estádio Moisés Lucarelli é o nome do novo gerente de futebol da Macaca após a demissão de Marcelo Barbarotti. Quem surge como favorito para assumir o cargo é o 'velho conhecido' da torcida e da diretoria, Gustavo Bueno. Filho do ídolo Dica, ele trabalhou na função entre os anos de 2014 e 2018.

Entre altos e baixos, Gustavo Bueno foi um dos responsáveis pelo acesso à Série A em 2014, a melhor campanha da Ponte Preta na elite do Brasileirão em 2016 e o vice-campeonato Paulista de 2017. Mas também foi ao descrédito após o rebaixamento para à Série B em 2017 e eliminação precoce no Paulistão passado.

Apesar disso, ainda há uma resistência interna por conta da rejeição da torcida, que em 2018 pediu a saída do gerente e é algo que ainda é muito recente. Apesar disso, ele ainda tem defensores na cúpula alvinegra e pode aparecer como 'novo velho' gerente de futebol da Macaca nos próximos dias.