No "vermelho", Ponte Preta divulga balanço financeiro de 2018

A Macaca fechou o ano passado com saldo negativo de R$ 5,9 milhões

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 12 (AFI) - Não é segredo para ninguém que a Ponte Preta está com dificuldades para colocar a casa em ordem. E isso pôde ser comprovado com o balanço financeiro de 2018 divulgado no início da semana. A Macaca fechou com saldo negativo de R$ 5,9 milhões.

A votação das contas pelo Conselho Deliberativo está marcada para as 19 horas da próxima segunda-feira, no Salão Nobre do Moisés Lucarelli, mas existe a possibilidade de ser adiada para terça devido ao jogo entre Ponte Preta e Red Bull Brasil, às 20 horas, também no Majestoso, pela final do Troféu do Interior.

Assim como aconteceu em 2017, a gestão de José Armando Abdalla divulgou o balanço financeiro de 2018 no vermelho
Assim como aconteceu em 2017, a gestão de José Armando Abdalla divulgou o balanço financeiro de 2018 no vermelho
De acordo com o diretor financeiro Gustavo Valio, o balanço financeiro foi aprovado com duas ressalvas por uma auditoria independente.

"Trata-se de uma ressalva sobre o valor dos atletas, porque não há uma fórmula para se calcular esse valor e a Ponte vem fazendo isso com o mesmo critério há muitos anos, usando como base as multas contratuais. A segunda ressalva é que não temos, assim como outros times também não tem, a consolidação do Profut, contudo estamos pagando o Profut rigorosamente em dia e isso está comprovado também", explicou Valio.

Essa é a segunda vez seguida que a Ponte Preta fecha o ano no vermelho. Em 2017, quando foi rebaixada no Campeonato Brasileiro, a Macaca teve um prejuízo de R$ 5,6 milhões. Na temporada passada, o clube viu os débitos aumentarem depois de muitos jogadores entrarem na Justiça alegando falta de pagamento.