Dirigentes são apresentados e presidente nega salários atrasados na Ponte

Felipe chega para ser gerente de futebol e Marcelinho Paulista será o coordenador técnico das categorias de base

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 07 (AFI) - A quinta-feira foi de novidades no Estádio Moisés Lucarelli. Mas não se trata do substituto de Mazola Júnior, demitido na última quarta. Os ex-jogadores Felipe e Marcelinho Paulista foram apresentados como gerente de futebol e coordenador técnico das categorias de base da Ponte Preta, respectivamente.

Nem bem chegaram, os novos dirigentes já sentiram a desorganização que vem tomando conta do Moisés Lucarelli nesses 13 meses da gestão de José Armando Abdalla. Após falar sobre a saída de Mazola Júnior e outros assuntos, o mandatário deixou Felipe e Marcelinho Paulista frente a frente com a imprensa, sem acompanhar a apresentação.

"Não me sinto incomodado (com a situação). O futebol é muito emotivo, a pressão existe em grandes equipes. Estamos chegando agora, motivados para fazer o nosso trabalho. Queria agradecer a oportunidade de trabalhar aqui na Ponte. Futebol tem momentos ruins, momentos bons. Talvez se o momento estivesse bom, eu não estaria falando aqui com vocês", comentou Felipe, ex-meia de Vasco, Palmeiras, Flamengo e Fluminense.

O presidente José Armando Abdalla falou sobre vários assuntos, mas não abriu as perguntas para a imprensa
O presidente José Armando Abdalla falou sobre vários assuntos, mas não abriu as perguntas para a imprensa
QUAL A DESCULPA?

Após os novos dirigentes falarem com a imprensa, José Armando Abdalla retornou a sala e disse que havia deixado o local por "motivos importantes". Depois, o mandatário fez questão de desejar boa sorte a Felipe e Marcelinho Paulista.

"Se alguém não entendeu porque não fiquei aqui, é que precisei me ausentar por motivos importantes. Se ficou algum equívoco da apresentação, eu na verdade me sinto um aprendiz diante da vivência deles. Eles estão aqui a nosso convite, da empresa Associação Atlética Ponte Preta, uma das maiores empresas do futebol brasileiro. Gostaria de desejar toda a sorte para eles", afirmou Abdalla.

OUTROS ASSUNTOS!
Antes, em pronunciamento feito para a imprensa, o mandatário falou que a Ponte Preta está próxima de fechar com um treinador e revelou também que um diretor estatutário - vaga aberta desde a saída de Ronaldão, em maio do ano passado. Além disso, Abdalla garantiu que colocou todos os salários em dia.

"Os salários estão rigorosamente em dia. Os jogadores remanescentes fizemos acordo e eles já receberam a parcela devida. Em relação aos jogadores que chegaram agora, o mês cheio é fevereiro e eles vão receber tudo certinho também", garantiu Abdalla.

Nesta sexta-feira, a Ponte Preta deve confirmar o retorno de Gilson Kleina depois de dois meses da sua saída. No entanto, no sábado, diante do São Paulo, em Campinas, a Macaca será comandada pelo auxiliar João Paulo Sanches.

 
 
" />