Ponte libera e volante se aproxima de acerto com rival da Série B

João Vitor defendeu a Macaca nas últimas três temporadas e era dono do maior salário do elenco

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 07 (AFI) - Apesar de ter terminado o Campeonato Brasileiro da Série B do ano passado como capitão e ter contrato até o fim do ano, João Vitor não vai continuar na Ponte Preta. O volante foi liberado para acertar com o Coritiba.

A saída de João Vitor já era cogitada pela diretoria pontepretana desde o fim do ano passado por conta do seu alto salário. O contrato com a Macaca deve ser rescindido e seu vínculo com o Coritiba será de dois anos.

O volante João Vitor foi liberado pela Ponte Preta para acertar com o Coritiba (Foto: Fabio Leoni/Ponte Press)
O volante João Vitor foi liberado pela Ponte Preta para acertar com o Coritiba (Foto: Fabio Leoni/Ponte Press)
João Vitor, de 30 anos, teria sido um pedido do técnico Argel Fucks e embarcou para Curitiba, onde vai realizar exames médicos antes de assinar contrato com o Coxa.

Para essa temporada, a Ponte Preta contratou três volantes: Edson, Mantuan e Igor Henrique. Além disso, Nathan teve seu contrato renovado e André Castro permaneceu.

Natural de Maceió, João Vitor foi revelado na base do Marília e passou por Grêmio Barueri, Palmeiras, Criciúma, Gaziantepspor-TUR e Figueirense até chegar na Ponte Preta em 2016. Ao todo, foram 100 jogos e dois gols marcados. O volante ficou afastado durante toda a temporada de 2017 por conta de lesões no tornozelo.

 
 
" />