Atacante da Ponte Preta, Júnior Santos fica na mira de clubes do Brasil e do exterior

Ele já marcou 12 gols na temporada e chama atenção por sua força, velocidade e pelo potencial aos 23 anos

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 9 (AFI) – Autor de 12 gols na atual temporada com a camisa da Ponte Preta, o atacante Júnior Santos pode ser o próximo a deixar o clube ao final do Campeonato Brasileiro da Série B. O seu nome tem sido especulado em vários clubes brasileiros e não está descartada, inclusive, uma negociação com o futebol do exterior.

Júnior Santos: 12 gols e muito potencial. Foto: Fábio Leoni
Júnior Santos: 12 gols e muito potencial. Foto: Fábio Leoni

“Realmente recebemos algumas consultas, mas o momento não é propício para uma negociação. O importante agora é terminar bem a participação dentro da Série B do Brasileiro” – explicou o procurador do atleta, o empresário Edivaldo Ferraz.

O procurador do atleta, porém, abriu as possibilidades sobre o futuro do atacante. Ferraz acha difícil um negócio no Brasil, uma vez que é feito basicamente como empréstimo. Em termos de negociação definitiva, o melhor caminho seria mesmo o exterior.

Pode ser na Europa, ou mesmo nos mercados árabe ou asiático. Ferraz, porém, não revelou os possíveis valores discutidos numa negociação.

FORÇA E GOLS

Júnior Santos tem apenas 23 anos e chama a atenção não só pelos gols como também pelo porte físico. É alto (1,89m) e muito forte, dono de bom arranque, bom impulsão e velocidade.

A temporada tem sido de muita aprendizagem, uma vez que ele veio da Segunda Divisão. Ano passado defendeu o Osvaldo Cruz.

“São competições distintas, que exigem uma boa adaptação. Mas, num todo, o Júnior se saiu bem e continua evoluindo” – atesta o auxiliar João Paulo Sanches, um especialista na observação de jogadores.

Os números comprovam as suas palavras. Até agora o atacante marcou 12 gols, sendo quatro no Paulistão (pelo Ituano) e depois oito pela Ponte Preta.

OPÇÃO DE CONTRA-ATAQUE
Ironicamente, no último jogo, Júnior Santos começou o jogo no banco de reservas, numa medida justificada pelo técnico Gilson Kleina em defesa do atacante.

“O Júnior é um jogador muito forte, mas está sendo sacrificado jogando de costas. Ele só poderia ser escalado assim caso a gente tivesse algum meia para vir tabelando com ele. Mas não temos este tipo de jogador” – justificou Kleina.

Com 23 anos e 1,89m, Júnior Santos não deve continuar na Ponte Preta em 2019
Com 23 anos e 1,89m, Júnior Santos não deve continuar na Ponte Preta em 2019

Mas o técnico deve ter mudado sua opinião após a vitória, por 1 a 0, sobre o CRB. Júnior Santos entrou no segundo tempo e passou a ser a grande arma dos contra-ataques.

“Ele é muito forte. Então o colocamos mais no lado do campo e deixando ele correr à vontade. Funcionou bem, tanto que quase ele marcou um golaço ao passar por todo mundo desde o campo de defesa. Seria um golaço” – completou.

 
 
" />