Ponte Preta leva duplo WO nas categorias de base, mas pede pra FPF remarcar jogos

As duas partidas do Paulista Sub 15 e 17 diante do Bragantino estavam marcadas para a manhã dessa segunda-feira, mas não aconteceram

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 10 (AFI) - Apesar de já estar com as duas equipes classificadas com antecedência para a segunda fase do Campeonato Paulista Sub 15 e 17, a Ponte Preta sofreu uma baixa nesse final de semana. Isso por que sem policiamento no Estádio Municipal Wanderley José Vicentini, em Pedreira, ambas as equipes da Macaca foram derrotados por WO, ou seja por um placar de 3 a 0 para o Bragantino. De qualquer forma, a diretoria da equipe alvinegra tenta remarcar os jogos junto a FPF.

As duas equipes até chegaram a entrar em campo, porém por falta de Policiais Militares no local, o trio de arbitragem achou melhor não autorizar o inicio das partidas. Havia apoio da Guarda Municipal da cidade de Pedreira, porém os juízes consideraram que os duelos não poderiam acontecer sem um representante da PM. A Macaca ainda afirmou que solicitou a presença dos policias, mas que por algum motivo não foi atendida.

“A Ponte realizou os procedimentos corretos, inclusive com a solicitação da presença da Polícia Militar, que efetivamente não se fez presente. No mesmo dia já entramos em contato com o coronel Isidro Suíta, vice-presidente de infraestrutura dos estádios da Federação Paulista de Futebol, que nos orientou a entrar com uma representação junto à FPF explicando o ocorrido e solicitando a remarcação das partidas, o que já fizemos nesta terça”, diz Fábio Abdalla, diretor do departamento de Futebol de Base.

Ponte Preta leva duplo WO nas categorias de base, mas pede pra FPF remarcar jogos
Ponte Preta leva duplo WO nas categorias de base, mas pede pra FPF remarcar jogos

De qualquer forma, no mesmo dia dos duelos, a Ponte Preta entrou com uma representação na Federação Paulista de Futebol (FPF) onde explicou o acontecimento e pediu para que as partidas fossem remarcadas. O caso será reavaliado nessa semana pela entidade, que deve dar o seu parecer nos próximos dias. Em caso de remarcação, os jogos devem acontecer durante a próxima semana.

Mesmo com esses problemas, os dois times da Macaca já estavam classificados e entrariam em campo apenas para cumprir tabela. Assim não teria problema ser derrotada por WO, caso o recurso seja negado. O time Sub 17 mantém a primeira colocação do Grupo 5, com 31 pontos, oito acima do segundo colocado, Amparo. Já o Sub15 também se manteve no segundo lugar do grupo que já ocupava.

“Por mais que estes resultados não mudem nada na classificação ou no posicionamento dos times, entendemos que os jogos não ocorreram por uma falha alheia à Ponte Preta, por isso solicitamos a remarcação”, conclui Fábio Abdalla.

 
 
" />