Série B: Ponte Preta encaminha rescisão com volante Jorge Mendoza

Por outro lado, a diretoria alvinegroa prorrogou o contrato do atacante boliviano Luis Alí por três meses

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 10 (AFI) - Os dias de Jorge Mendoza no Moisés Lucarelli estão contados. Fora dos planos do técnico Doriva para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B, o volante paraguaio vem negociando junto a diretoria da Ponte Preta sua rescisão de contrato. O vínculo entre as partes vai até dezembro.

Jorge Mendoza sequer participou dos últimos treinamentos comandados por Doriva. A diretoria, que negocia a rescisão com seus representantes, liberou o jogador para resolver questões pessoais, já que deve retornar ao Paraguai após deixar a Macaca.

Em dez meses na Ponte Preta, Jorge Mendoza disputou apenas três jogos
Em dez meses na Ponte Preta, Jorge Mendoza disputou apenas três jogos
Contratado durante o Brasileirão do ano passado para ser titular depois de ser um dos destaques do Olímpia-PAR, Jorge Mendoza não agradou nas poucas vezes que foi acionado. Durante seu período no Majestoso, foram apenas três partidas - a última delas na estreia da Macaca no Paulistão desde ano, contra o Corinthians.

POR OUTRO LADO...

Enquanto Jorge Mendoza está de saída, Luis Alí teve seu contrato renovado por mais três meses. O vínculo do atacante boliviano com a Ponte Preta se encerraria nesta quinta-feira, mas a diretoria alvinegra decidiu dar mais uma oportunidade para o jogador mostrar seu futebol.

Contratado quase junto de Mendoza, Luis Alí atuou por apenas 13 minutos com a camisa alvinegra - contra o Botafogo, em agosto do ano passado - e recebeu elogios. O problema é que ele fraturou o tendão de Aquiles do tornozelo esquerdo durante treinamento e passou por cirurgia, ficando um longo período afastado dos gramados.