Leilão do cinturão de Popó atinge R$ 40 mil; lances podem ser feitos até domingo

Dinheiro será utilizado na compra de cestas básicas para pessoas carentes neste momento de pandemia

por Agência Estado

Campinas, SP, 06 - Acelino Popó Freitas prometeu para até domingo o leilão de seu cinturão mundial, versão Associação Mundial de Boxe, conquistado em janeiro de 2002, diante do cubano Joel Casamayor, em Las Vegas.

O melhor lance até agora foi de R$ 40 mil. O dinheiro arrecadado será utilizado na compra de cestas básicas para pessoas carentes, neste momento de pandemia do coronavírus.

HERÓI

Leilão do cinturão de Popó atinge R$ 40 mil
Leilão do cinturão de Popó atinge R$ 40 mil

Popó foi campeão pela primeira vez em 1999, quando ganhou o cinturão dos superpenas da Organização Mundial de Boxe.

Em 2002, unificou os títulos, ao bater Casamayor. Subiu de categoria e foi campeão dos leves em 2004. Repetiu a dose em 2006.

Desde o início da pandemia, Popó tem participado de várias ações na busca de ajuda para as pssoas, principalmente em Salvador, onde mora.

"É com muito carinho que eu estou fazendo o leilão deste cinturão para pessoas que têm boa condição financeira. Para a gente poder comprar mais cestas básicas. Conto com sua ajuda. Não é para mim. É para todos", disse o ex-boxeador baiano, de 44 anos, em um vídeo nas redes sociais.