Pai de Neymar diz que filho se defendeu de mulher que lhe daria garrafada. Veja vídeo!

TV Record divulgou uma imagem retirada de um vídeo gravado durante o segundo encontro em Paris entre o jogador e a garota

por Agência Estado

Santos, SP, 05 - O pai do atacante Neymar detalhou nesta quarta-feira mais informações sobre o incidente entre o atacante e a mulher que o acusa de estupro. Ele afirmou que a possível agressão ocorrida em um quarto de hotel em Paris foi na verdade um ato para o jogador se defender e evitar ser atingido por uma garrafa de vinho.

Espaço incorporado por HTML (embed)

O canal divulgou uma imagem retirada de um vídeo gravado durante o segundo encontro em Paris entre Neymar e a garota que o acusa de estupro. O material mostra que o jogador está deitado em uma cama, com as pernas para o alto e em direção à moça, que está de pé e próximo ao atacante. Na entrevista ao vivo concedida ao programa, o pai do camisa 10 confirmou a veracidade da imagem.

"Isso é um vídeo que foi 'printado' (captura de uma imagem). É um vídeo que vai provar que o Neymar foi agredido. Ela provoca uma agressão nele para que ele pudesse revidar. Quando ele percebe que está acontecendo uma armação, uma armadilha, ele se joga para trás na cama porque ia levar uma garrafada", disse o pai do jogador. "Nunca vi um agressor ficar por baixo em uma briga", comentou.

'Print' do vídeo citado pelo paI de Neymar. (Foto: Reprodução)
'Print' do vídeo citado pelo paI de Neymar. (Foto: Reprodução)

GRAVAÇÃO
Segundo o pai de Neymar, o atacante se encontrou com a garota pela segunda vez, mas foi embora logo depois ao notar que havia um celular no ambiente, apoiado em um móvel e ligado para registrar imagens. O advogado contratado inicialmente pela denunciante, José Edgard Cunha Bueno, também confirmou a existência desta gravação.

"Ele entra no quarto e o celular já estava gravando. Para nós seria bom que esse vídeo aparecesse. Isso que a gente está tentando fazer", comentou o pai do atacante do Paris Saint-Germain. Além da denúncia por estupro, Neymar também responde a um crime virtual por ter divulgado imagens de nudez da garota sem a autorização dela.

O programa também trouxe a informação de que a defesa de Neymar contratou uma equipe de dermatologistas para avaliar as imagens existentes no laudo da Polícia Civil sobre o caso de agressão e estupro. Segundo a TV Record, os médicos contratados pelo jogador avaliaram que as marcas vermelhas existentes nas nádegas e na coxa da mulher são fruto de um procedimento estético para remover estrias.