Itamar Borges explica tese para liberar bebida alcoólica em São Paulo

Deputado Estadual adota otimista por aprovação do Projeto de Lei por parte de João Dória

por Lucas Rossafa

São Paulo, SP, 24 (AFI) - Responsável pela criação do Projeto de Lei 1363/15, o qual permite comercialização, propaganda e consumo de bebidas alcoólicas em eventos esportivos nos estádios de futebol e arenas esportivas radicadas no Estado de São Paulo, o Deputado Estadual Itamar Borges (MDB-SP) defende a tese por mudanças neste espectro ainda em 2019.

"Trata-se de uma possibilidade de renda para os clubes, principalmente aos mais modestos. Estive em Bebedouro e o pessoal da Internacional me disse que, quando a venda era permitida, a renda do bar pagava o salário de cinco a oito jogadores por mês", revelou, em entrevista exclusiva ao Portal Futebol Interior.

"A liberação também seria importante para aumentar os investimentos em publicidade das marcas de bebida, além de gerar emprego e renda. Isso vai ao encontro do interesse dos times e da demanda dos próprios torcedores. Muitos bebem antes e depois, às vezes até exageradamente, porque não há a possibilidade do consumo durante o evento", emendou.

EXCEÇÃO

São Paulo é um dos estados do país em que há proibição da venda de produtos alcoólicos em praças esportivas. A comercialização já é permitida em mais da metade do Brasil: Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Ceará, Alagoas, Santa Catarina e Pernambuco.

"O Estado de São Paulo vai perder competições internacionais, inclusive, saindo do calendário, em virtude dessa proibição", garantiu Borges.

PRESTÍGIO

O PL de Itamar conta com apoio de diversos deputados paulistas e da Federação Paulista de Futebol (FPF), entidade máxima do esporte local.

"O projeto nasceu de uma sugestão do presidente do Rio Preto EC, José Eduardo Rodrigues. Sou conselheiro do clube, acatei a ideia e apresentei. Depois, isso foi aperfeiçoado. Ele surgiu com a ideia de repetir o que acontece em todo o mundo e em 14 estados do país, sendo aprovado e sancionado", comentou o deputado.

Itamar Borges (MDB-SP) confia em liberação de bebida alcoólica em praças esportivas de São Paulo - Alesp
Itamar Borges (MDB-SP) confia em liberação de bebida alcoólica em praças esportivas de São Paulo

VEJA OUTROS TRECHOS DA ENTREVISTA:

VIOLÊNCIA

"Já foi comprovado que a liberação não aumenta a violência. A Copa do Mundo de 2014 no Brasil é um exemplo. Pelo contrário, reduziu, assim como na Copa das Confederações e Jogos Olímpicos. Tal índice não está ligado à bebida, mas sim a outras questões"

NEGÓCIOS

"A liberação também vai impedir o comércio clandestino na porta do estádio. As pessoas chegam antes, bebem e entram ao estádio, às vezes, alteradas. Isso gera muito mais conflito e violência"

JOÃO DÓRIA

"Tenho esperança e espero que o PL seja aprovado pelo João Dória, embora seu discurso esteja baseado na inconstitucionalidade. E não é inconstitucional. É um equívoco do Procurador que orientou o Governador. Já estamos providenciando os pareceres jurídicos para mostrar ao Dória que a informação recebida está errada. Aliás, há clubes mostrando isso a ele. O projeto é constitucional, tanto é que 14 estados do Brasil comercializam a bebida alcoólica, com aprovação da Assembleia"

QUEM É ELE?

Em 2018, Itamar Borges foi reeleito para o terceiro mandato à frente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). Antes de se candidatar ao cargo estadual, o deputado foi prefeito de Santa Fé do Sul-SP por três vezes.