Narrador Global vai ter fazenda desapropriada para ampliação de Aeroporto

Um decreto lançado pela Prefeitura de Porecatu pede a desapropriação de 50 alqueires

por Agência Futebol Interior

Londrina, PR, 25 (AFI) – Considerado por muitos como o narrador de futebol mais respeitado do Brasil desde Osmar Santos, Galvão Bueno recebeu uma notícia ruim nesta segunda-feira. O Narrador, que é declaradamente amante de um bom vinho e de lugares tranquilos recebeu um decreto para a desapropriação de terras em sua fazenda, localizada em Porecatu, Região Metropolitana de Londrina. O motivo, segundo o decreto, seria a melhoria e ampliação do aeroporto local, próximo da fazenda.

Além das terras de Galvão Bueno, mais três fazendas, pertencentes à Usina Central do Paraná serão desapropriadas. Segundo a prefeitura local, os donos das terras já estavam cientes de que o decreto poderia sair.

Com um aeroporto pequeno, além de receber aeronaves de grade porte, o Porecatu recebe principalmente aeronaves agrícolas, voltadas exatamente para o transporte do que é produzido nas fazendas. A ideia do município agora é transformar o aeroporto também para o uso executivo e assim ampliar a população e movimentação local.

O decreto exige que 50 alqueires da fazenda de Galvão Bueno seja desapropriada. O narrador ainda não comentou sobre o assunto.