Presidente da FPF-PE rebate Governador e solta o verbo: "Futebol não tem democracia"

O mandatário se irritou ao falar do motivo que o levou a escolher Cornélio Barros como sede na final

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 31 (AFI) - O presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, soltou a 'metralhadora' em entrevista nesta sexta-feira. O mandatário chegou a falar que não existe democracia no futebol. Ele se irritou com os questionamentos da imprensa sobre a decisão de colocar o jogo de ida da final no Cornélio Barros, contrariando o posicionamento do Governo do Estado que havia definido a Arena Pernambuco como sede para a decisão.

“Democracia é bom para inglês ver. Futebol não tem democracia, futebol tem quem manda e quem obedece, senão não funciona. Não existe esse negócio de democracia no futebol. Futebol tem uma entidade que tem poder e ponto, senão não anda. Se você deixar o clube resolver tudo do jeito que ele quer, não resolve nada. Tem que ter alguém que mande e acabou. É assim que funciona o futebol", disse à Folha-PE.

Evandro Carvalho, presidente da FPF
Evandro Carvalho, presidente da FPF
Evandro Carvalho ainda deixou claro seu posicionamento em mandar o jogo de ida no Cornélio Barros. Ele garantiu que a decisão da FPF só será alterada se vier um pedido do Salgueiro.

“O que foi que mudou? Nada. Por que a federação vai tirar o jogo do Cornélio? Não mudou nada. Desde antes já estava oficializado. Se eu marquei o jogo lá e o Salgueiro jogou ontem no Cornélio é porque a partida será lá. O jogo com mando do Carcará só será na Arena se eles pedirem ou ocorrer algum problema deles lá”, disse.

PERNAMBUCANO
Salgueiro e Santa Cruz se enfrentam neste domingo, às 16h. O duelo de volta será na quarta-feira, às 21h30, na Arena Pernambuco.