De forma grosseira, assessor do Santa Cruz impede repórter de trabalhar

A repórter Liliane Alves foi impedida de ouvir os jogadores que estavam concedendo entrevista a outras rádios

por Agência Futebol Interior

Salgueiro, PE, 07 (AFI) – O futebol pernambucano teve mais uma página triste escrita em sua história na noite dessa quarta-feira. Sem motivo aparente, o assessor do Santa Cruz, Jota Santana, descriminou a repórter Liliane Alves, da Rádio Salgueiro FM, e de forma grosseira, impediu que ela trabalhasse na cobertura da partida entre Salgueiro e Santa Cruz, no Estádio Cornélio de Barros, pelo Campeonato Pernambucano.

Liliane fazia seu trabalho normalmente acompanhando a equipe visitante do Santa Cruz e tentou entrevistar o técnico Leston Júnior antes do início do jogo. Segundo relatos da repórter, o treinador foi educado, mas explicou que não poderia conceder entrevista a mando de Jota Santana e que só falaria ao final da partida, em coletiva.

Jota Santana, assessor do Santa Cruz (Foto: Reprodução/Twitter)
Jota Santana, assessor do Santa Cruz (Foto: Reprodução/Twitter)
No final do jogo, a repórter tentou ouvir os jogadores, que já conversavam com profissionais de outra rádio e se direcionavam para ao portão em frente ao vestiário, mas novamente foi impedida pelo assessor do Santa Cruz.

“Os jogadores estavam saindo apressados e chateados pela derrota, mas nenhum deles faltou com educação. Um colega da Rádio Jornal fez uma pergunta a um jogador do Santa Cruz. Eu estava ao vivo na Rádio Salgueiro e só coloquei o microfone para ouvir a resposta, mas o assessor foi bem ríspido, bem grosso, colocou o braço na frente e disse ‘você não entra’”, contou a repórter.

Liliane ainda tentou argumentar que outros profissionais de imprensa já estavam na parte de dentro e que a área não é restrita, além de estar com o portão aberto, como é de costume nos jogos no Estádio Cornélio de Barros, mas Jota Santana repetiu: “você não entra”.

A situação ainda se repetiu mais uma vez, com a repórter tendo de se virar ao vivo e tentando ouvir os jogadores do Santa Cruz, e o assessor se colocando na frente e impedindo que ela trabalhasse.

Lilliane, que já não estava passando bem, preferiu não insistir novamente e acabou sem poder passar a informação a seus ouvintes, tendo seu trabalho prejudicado pelo assessor.