Paulista A2: Técnico não se abala com derrota do Penapolense: 'Foi um jogo atípico'

Thiago Oliveira reconhece méritos dos Nacional, mas diz que outro 6 a 0 não vai acontecer, mesmo que os times joguem outras 20 vezes

por Daniel Camargo

Penápolis, SP, 08 (AFI) - A surpreendente derrota por 6 a 0 para o Nacional na tarde desta quarta (07), pela 11ª rodada da primeira fase da Série A2 do Campeonato Paulista, fez com que o Penapolense deixasse o G4 da competição. Sem se abalar pelo placar elástico, Thiago Oliveira analisa que o placar foi anormal e que sua equipe cometeu nesse jogo, erros que não havia consumado durante todo o estadual. Entretanto, o técnico não se mostra abatido e já mira o próximo compromisso.

"Foi um jogo atípico. No futebol, às vezes, acontecem situações como ocorreram ontem, diante de uma equipe qualificada que é a do Nacional, muito bem treinada pelo Tuca (Guimarães). Não podemos tirar os méritos do adversário, pelo resultado que ele fez, mas, nós podemos jogar dez ou 20 vezes com eles, que não vai ter novamente um placar como esse. [...] As primeiras quatro bolas que foram no nosso gol, entraram. Ai com uma vantagem de 4 a 0, você se sente melhor em campo", analisou, em entrevista exclusiva ao Portal Futebol Interior.

Thiago Oliveira diz que derrota foi atípica (Foto: Silas Reche / Penapolense)
Thiago Oliveira diz que derrota foi atípica (Foto: Silas Reche / Penapolense)

CABEÇA ERGUIDA!
Oliveira prega respeito à Portuguesa, oponente da próxima rodada. Os clubes se enfrentam na próxima segunda (12), às 20h, no Estádio Tenente Carriço, pela 12ª rodada.

"Na próxima rodada nós vamos enfrentar um clube tradicional, que tem uma torcida imensa e apesar de não viver um bom momento, tem bons jogadores. Depois do resultado de ontem, nós saímos do G4 pela primeira vez no campeonato, mas vamos fazer de tudo para voltar. Nossa equipe tem força, tem perna. Eu confio bastante nos meus jogadores, pois sei a capacidade de cada um e da volta por cima que nós vamos dar".

"Vamos para esse jogo como uma decisão. Passei isso para os jogadores, que não tem mais margem para erro. Tudo o que não erramos ao longo do estadual nós erramos ontem. [...] Fomos uma das equipes mais equilibradas durante a primeira fase e não vamos entregar não. Vamos lutar muito por esse G4, brigando pela semifinal", completou.

 
 
" />