Série C: Técnico do Paysandu afirma confiança no acesso: "Só depende de nós"

Brigatti pediu desculpas ao torcedor do Papão pela derrota no clássico e afirmou que o Paysandu irá fazer de tudo para garantir a vaga

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 11 (AFI) - Após a derrota no Re-Pa por 1 a 0 e a oportunidade desperdiçada de conquistar o acesso à Série B de 2021 com uma rodada de antecedência, João Brigatti, técnico do Paysandu, buscou tranquilizar a situação do Papão, visto que o time só depende de si para se classificar na próxima rodada da Série C.

JUNTANDO OS CACOS

Brigatti pediu desculpas ao torcedor do Papão pela derrota no clássico e afirmou que o Paysandu irá fazer de tudo para garantir o acesso contra o Ypiranga, na última rodada da Série C.

Foto: Jorge Luiz / Paysandu
Foto: Jorge Luiz / Paysandu
"Não é fácil perder para o maior rival, um clássico tão importante como esse, que valia acesso pra nós. Tem que ter a cabeça no lugar nesse momento, ainda não estamos fora da competição. Ainda só depende de nós. Vamos nos recolher à situação desagradável que aconteceu dentro da partida, estudar bastante, ver o que aconteceu de ruim. Foram coisas boas também, tem que olhar por esse lado. A partir de amanhã pensar no Ypiranga. É página virada", disse o treinador, que completou:

"É pedir desculpas para o nosso torcedor, não nos comportamos tão bem dentro da partida. É tentar, de alguma maneira, recuperar os jogadores de todas as formas pra ter um jogo convincente frente ao Ypiranga. Uma atitude, comportamento diferente que possamos conseguir o resultado positivo. É a única coisa que interessa."

NÃO GOSTOU

O treinador do Paysandu ainda afirmou não ter gostado da postura da equipe em campo, principalmente na primeira etapa, quando o Papão parecia estar perdido, além de lamentar as chances desperdiçadas.

"Acredito que o primeiro tempo foi totalmente irreconhecível. Nossa equipe não conseguia a posse de bola, domínio do jogo, trocar dois, três passes em sequência. Isso, lógico, atrapalha demais. Tomamos o gol em uma falta, rebote do nosso goleiro, a defesa estava desatenta. No segundo a equipe teve um volume de jogo maior, perdemos situação pra poder empatar e virar a partida", finalizou Brigatti.

FOCO TOTAL

Uma vitória contra o Ypiranga, em Erechim, na última rodada do quadrangular final da Série C coloca o Papão na segunda divisão nacional de 2021.

Por isso, o técnico do time paraense afirmou que irá trabalhar o emocional dos jogadores durante a semana, buscando prepará-los para o jogo decisivo.

A bola rola no Rio Grande do Sul no próximo sábado (16), às 17h, no Colosso da Lagoa.

"Quando se perde um clássico tão importante como esse, da maneira que foi, valendo uma vaga de acesso e é derrotado, tem que trabalhar o emocional, virar a página. Isso é o que vamos fazer. Trabalhar bastante com os nossos atletas. Temos atletas experientes, inteligentes. Temos que ver durante a semana, conversar bastante. Ainda temos oportunidade de vencer o Ypiranga, mas temos que estar com a moral elevada, forte fisicamente pra sustentar um jogo que vai ser muito difícil", disse João Brigatti.

"O Paysandu é uma equipe guerreira. Os jogadores sentiram demais a derrota, como nós da comissão técnica, a diretoria. Temos que reunir forças durante a semana, trabalhar em cima disso. Tenho certeza que vamos conseguir o nosso objetivo, que é o acesso, mesmo sabendo que temos uma partida muito difícil pela frente", completou.