Série B: Goleiro é contratado, não joga e assim mesmo pode deixar o Paysandu

Douglas chegou com um time já pré montado mas esperou sua chance. No entanto, ela nunca chegou

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 2 (AFI) - Coisas que só o futebol explica. Depois de sair do Juventude e se transferir no início do ano para o Paysandu, o goleiro Douglas esperava uma nova oportunidade. Tanto Juventude como Paysandu caíram e o trabalho no clube paraense seria de reconstrução o que atraiu o goleiro.

Douglas chegou com um time já pré montado mas esperou sua chance. No entanto, ela nunca chegou. O goleiro vai para o sexto mês no ano e não entrou em campo. Resignado, mas trabalhando firme para estar bem na primeira oportunidade, Douglas se surpreendeu com o afastamento do time e já busca novo espaço.

Douglas: sonho virou frustração
Douglas: sonho virou frustração

ATRÁS DE ESPAÇO

“Estou me sentindo muito bem e com todas as condições para jogar e estava na expectativa para entrar em campo.

Quando fui surpreendido com o afastamento, não se explica muito bem, pelo fato de não ter tido sequer uma chance de ser avaliado em jogo pela torcida e pela comissão técnica".

TRABALHO SÉRIO

"Tenho a consciência que honrei o Paysandu em todos os momentos, dei o meu melhor. Queria ter tido uma história mais intensa com o Paysandu e sua imensa torcida. Mas saio pela porta da frente e quem sabe essa história um dia continue a ser escrita de uma outra forma”, disse o jogador.

NOVO GOLEIRO
O fim de linha para Douglas parece mesmo ter ocorrido nesta terça-feira quando a direção acertou o empréstimo do goleiro Giovanni, que estava emprestado pelo Atlético-MG ao Guarani, que luta contra o rebaixamento na Série B do Brasileiro.