Série B: Temendo protesto da torcida, Paysandu muda local de treino

O Papão não ganha há quatro jogos e está na zona de rebaixamento do campeonato

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 04 (AFI) - Antes marcada para o Kaza, em Ananindeua, a reapresentação dos jogadores do Paysandu nesta quinta-feira foi transferida para a Curuzu. O motivo? A diretoria bicolor temia protesto de torcedores após mais uma derrota no Campeonato Brasileiro da Série B.

A situação do Papão é bastante delicada. Sem vencer há quatro jogos, sendo duas derrotas seguidas, o time bicolor tem 31 pontos e está na 18ª colocação. A diferença para o Juventude, primeiro fora da zona de rebaixamento, é de apenas um, mas pode aumentar para três no complemento da rodada.

Apesar do momento ruim dentro do campeonato, o técnico João Brigatti não joga a toalha e acredita que o Paysandu tem condição de se manter na Série B, principalmente pelo futebol apresentado pelos jogadores nas últimas partidas.

Paysandu mudou o local da reapresentação temendo protesto dos torcedores (Foto: Jorge Luiz/Paysandu)
Paysandu mudou o local da reapresentação temendo protesto dos torcedores (Foto: Jorge Luiz/Paysandu)
"Sabemos que estamos na zona de rebaixamento, mas temos que manter esse espírito. Enquanto tiver matematicamente chance de sair dessa zona incômoda, temos que ter essa vontade. Não pode achar que está entregue. É com esse pensamento que temos que ir contra o CRB. É mais uma decisão", disse o treinador.

João Brigatti vai ter mais quatro dias para treinar o time antes do jogo da próxima terça-feira, contra o CRB, no Estádio da Curuzu, pela 31ª rodada da Série B. O time alagoano tem os mesmos 31 pontos do Papão, mas ainda entra em campo neste sábado, contra a Ponte Preta, em Campinas.

 
 
" />