Série B: Paysandu pode manter João Brigatti mesmo se for rebaixado

A diretoria bicolor já teria iniciado conversas para renovar o contrato para a próxima temporada

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 31 (AFI) - O Paysandu ainda tem cinco rodadas para sair da zona de rebaixamento e garantir a permanência na Série B do Brasileiro. A diretoria, porém, já começou o planejamento para a próxima temporada e tem a intenção de manter o técnico João Brigatti independente do que acontecer nesta reta final de campeonato.

Candidato único na eleição presidencial marcada para o dia 28 de novembro, Ricardo Gluck Paul já teria iniciado conversas com João Brigatti para renovar o contrato. O auxiliar Alex Nascif também seria mantido.

João Brigatti foi contratado pelo Paysandu para o lugar de Guilherme Alves no dia 5 de setembro depois de deixar a Ponte Preta. Sob seu comando, o Papão disputou oito partidas, com quatro empates, três derrotas e apenas uma vitória.

João Brigatti deve renovar seu contrato mesmo se o Paysandu for rebaixado (Foto: Jorge Luiz/Ascom Paysandu)
João Brigatti deve renovar seu contrato mesmo se o Paysandu for rebaixado (Foto: Jorge Luiz/Ascom Paysandu)
Em busca do segundo resultado positivo sob o comando de João Brigatti, o Paysandu se prepara para o confronto de sexta-feira, contra o Vila Nova, no Serra Dourada, pela 34ª rodada. O adversário está na briga por uma vaga no G4.

Sem ganhar há sete jogos, o Paysandu figura na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 33 pontos. A diferença para o CRB, primeiro fora da degola, é de apenas dois.

 
 
" />