Série B: Com vergonha, Guilherme Alves promete muitas mudanças no Paysandu

O comandante ficou bastante irritado após a goleada sofrida pelo Papão para a Ponte Preta, por 4 a 0, na Curuzu

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 08 (AFI) - A goleada sofrida para a Ponte Preta, por 4 a 0, em plena Curuzu, na última terça-feira, deixou Guilherme Alves com vergonha. Bastante irritado devido a atuação abaixo da crítica, o treinador prometeu muitas mudanças no Paysandu para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B.

"Eu nunca senti tanta vergonha num campo de futebol. Não só como integrande de uma comissão técnica, mas como jogador também. Foi o dia que eu mais me envergonhei dentro de um campo de futebol. É inadmissível perder da maneira que perdemos. Foi uma coisa para se apagar do campeonato", disparou o treinador bicolor.

O técnico Guilherme Alves prometeu muitas mudanças no Paysandu após goleada (Foto: Fernando Torres/Paysandu)
O técnico Guilherme Alves prometeu muitas mudanças no Paysandu após goleada (Foto: Fernando Torres/Paysandu)

Apesar de não citar nomes, Guilherme Alves prometeu mudanças no time do Paysandu. O único jogador elogiado pelo treinador foi o jovem lateral-esquerdo Diego. Os demais estão com as vagas entre os titulares ameaçadas para a partida da sexta-feira da semana que vem, contra o Londrina, fora de casa.

"O único jogador que não sentiu emocionalmente foi o Diego, um lateral de 20 anos. Foi o único que procurou jogar, que marcou, que se dedicou para não tomarmos o quinto gol. É bom que vemos ter dez dias, porque vamos mudar bastante. Vamos tirar mais jogadores de qualidade, de técnica e colocar mais de marcação. É isso que nós queremos? Não. Mas haverá mudanças. Isso pode acontecer em todos os setores", garantiu Guilherme Alves.

Com a derrota para a Ponte Preta, o Paysandu estacionou nos 24 pontos e está na 11ª colocação, mas corre o risco de perder algumas posições e se aproximar da zona de rebaixamento no complemento da rodada.

 
 
" />