Dado Cavalcanti vê boa vantagem na Copa Verde e já pensa no Re-Pa

Paysandu saiu na frente do Cuiabá pelas quartas de final da Copa Verde e, agora, pegará o Remo no Estadual Paraense

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 09 (AFI) - O técnico Dado Cavalcanti (foto) aprovou o desempenho do Paysandu na partida de ida pelas quartas de final da Copa Verde. O Papão saiu na frente ao vencer o Cuiabá, por 3 a 2, fora de casa, na última quinta-feira. Para o treinador, apesar da chuva, o Bicolor soube controlar o jogo e buscar o resultado positivo para levar a vantagem a Belém.

"Jogo duro, brigado. Talvez a chuva trouxe mais velocidade no campo, deixou a bola mais viva. O campo irregular trouxe mais disputas e confrontos no meio-campo, principalmente. Saio satisfeito, pois soubemos controlar o jogo. Tivemos os deslizes nos gols, não podemos tirar os méritos do adversário, mas, principalmente no primeiro, foi um acaso, a bola estava no nosso domínio. A equipe soube se comportar bem, teve maturidade para reagir aos gols tomados. Buscamos sempre a partida, trabalhando a bola mesmo em um campo não tão bom", disse.

Com o resultado, o Paysandu poderá até perder por um gol de diferença (1 a 0 ou 2 a 1) na volta que ainda assim se classificará para a semifinal do torneio. A volta será em casa.

"É uma boa vantagem para o jogo da volta, a gente tinha esse objetivo. Pequena, mas importante. Qualquer empate é nosso. Podemos perder por 1 a 0, mas não vou falar em derrota, temos que procurar a vitória. Jogando para vencer, dificilmente se perde. É ter humildade para reconhecer que o jogo ainda está aberto e buscar a vitória para sacramentar a classificação", completou.

Mas a vida de treinador não é fácil. Tanto pe verdade que Dado Cavalcanti já está com a cabeça no Re-Pa. O Paysandu vai encarar o Remo neste domingo, às 16 horas, no Estádio do Mangueirão, em Belém, pela 9ª rodada do Paraense.

"(O momento) Traz confiança, mas a gente não leva isso para a próxima partida. Não pode transformar em conformismo, achar que está tudo bem. É trabalhar, continuar reconhecendo os erros e falhas e procurar vencendo. O jogo já começou no vestiário, nas nossas conversas internas, nas cobranças. Agora é buscar a recuperação dos atletas para chegar no domingo, entrar forte e fazer um bom jogo", finalizou.

 
 
" />