Rio Preto x Primavera - Equipes se enfrentam em momentos opostos no campeonato

Primavera busca a liderança; Rio Preto precisa da vitória para se afastar da zona da degola

por Agência Futebol Interior

São José do Rio Preto, SP, 03 (AFI) - Em momento completamente oposto na competição, Rio Preto e Primavera se encontram nesta terça-feira, às 20h no estádio Riopretão. partida será válida pela sétima rodada do Paulistão A3.

O Rio preto terá uma parada muito dura pela frente, o alviverde não vence há cinco jogos e está apenas a dois pontos da zona de rebaixamento com seis pontos somado. Já o Primavera é o vice-líder da competição, soma 11 pontos e está invicto há cinco partidas.

Riopretão será o palco do confronto - Foto: Reprodução / Rio Preto
Riopretão será o palco do confronto - Foto: Reprodução / Rio Preto

RETORNO E DÚVIDA
Para encarar o Primavera, o técnico João Santos terá a volta do meio campista Gabriel Tota que cumpriu suspensão automática. Em compensação, o zagueiro Xandão que ficou fora do pega passado é dúvida pro jogo. Com nove pontos na cabeça, o zagueiro fará teste momentos antes da partida.

ELEMENTO SURPRESA

Apesar de jogar na função de meio-campista, Samuel Ethor é um fator que pode ser novamente explorado nesta partida de terça-feira. O jogador chega na área com muita eficiência e pode ser um elemento surpresa, assim como foi contra o Olímpia na última rodada.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
7ª rodada
Data
04/05/2021
Horário
20h00
Local
Anísio Haddad - São José do Rio Preto (SP)
Árbitro
Guilherme Francisco Maciel da Silva e Rosário

Assistentes
Alex Alexandrino e Everton Luiz Fernandes

Cartões Amarelos
Rio Preto: Bruno Miguel
Primavera: Lucas , João Vitor, Eduardo Júnior

Gols
Rio Preto: Beto 8' 1T, Gabriel Ataliba 16' 1T, Billy 16' 2T
Primavera: João Pedro 46' 2T
Rio Preto
Lucio;
Bruno Miguel, Diego Valin e Luciano Souza (Giovane);
Diaz, Beto, Moíses, Gabriel Tota e Lucas Piauí (Thiaguinho);
Billy (Luan Batoré) e Gabriel Ataliba (Gustavo Cabral).
Técnico: João Santos
Primavera
André Luiz;
João Vitor, Rodrigo Arroz (Lucas Silva), Renato e Frank Pena;
Marcelo, Wagner, Bonassa (João Pedro) e Samuel Guedes (Otílio);
Eduardo Júnior (Emerson) e Dudu (Tibúrcio).
Técnico: Ademir Fesan