FPF detalha pontos que serão discutidos no Conselho Técnico do Paulista A3. VEJA NOTA

A reunião, por videoconferência, com representante dos 16 clubes, está marcada para às 11h, de terça-feira

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 24 (AFI) - Assim como o Portal Futebol Interior adiantou na última quinta-feira, a Federação Paulista de Futebol (FPF) divulgou, no começo da noite desta sexta-feira (24), uma nota oficial no qual detalha os pontos que serão discutidos no Conselho Técnico de retomada do Paulista A3. A reunião, por videoconferência, com representante dos 16 clubes, está marcada para às 11h, de terça-feira.

Na nota, a entidade informa que serão debatidos eventuais adequações no regulamento do estadual e também alguns pontos para ser elaborado um protocolo de retomada, com todas as medidas de segurança contra o covid-19. Além disso, uma data de retorno do Estadual deverá ser encaminhada.

FPF detalha pontos que serão discutidos no Conselho Técnico do Paulista A3
FPF detalha pontos que serão discutidos no Conselho Técnico do Paulista A3
VEJA NA ÍNTEGRA A NOTA OFICIAL DIVULGADA PELA FPF:
Visando dar prosseguimento na retomada do futebol paulista, a FPF e os clubes participantes do Paulistão A3 se reunirão na próxima terça-feira (28), às 11h, por videoconferência, para tratar da retomada da competição em Conselho Técnico.

O encontro servirá para que seja debatido eventuais adequações ao Regulamento Específico da Competição e elaborado um Protocolo de Retomada, como já foi feito com o Paulistão Sicredi, Paulistão A2 Sicredi e Paulista Feminino, para ser apresentado ao governo estadual. No documento deverão constar as medidas a serem tomadas, além das datas sugeridas para que os clubes realizem os exames da covid-19 e testes físicos, para, posteriormente, serem autorizados a retornar aos treinamentos.

SITUAÇÃO DO ESTADUAL
O Paulista A3 foi interrompido após 11 das 15 rodadas da primeira fase. O grupo de classificação às quartas de final tem Noroeste, com 26 pontos; EC São Bernardo, com 20; Velo Clube, Capivariano, Comercial e Batatais, com 18; Linense, com 15; e Desportivo Brasil, com 14.

Já a zona de rebaixamento para a Segundona Paulista é composta por Marília, com 11; e o lanterna Paulista, com apenas sete. Grêmio Osasco e Primavera, com12, são os primeiros fora, mas seguem ainda vivos na luta por uma vaga ao mata-mata, que dará dois acessos ao Paulista A2.