Paulista A3: Com mudança importante no mata-mata, FPF divulga regulamento

Em 2020, em caso de empate após 180 minutos no tempo normal nas fases eliminatórias, classificado será definido nas penalides máximas

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 23 (AFI) - Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira, na sede da FPF, na Barra Funda, em São Paulo, representantes da Federação Paulista de Futebol e dos 16 clubes optaram por manter o mesmo regulamento no Campeonato Paulista da Série A3 para 2020. No mata-mata, porém, há uma diferença no mata-mata.

Isso significa que os participantes vão jogar no formato todos contra todos em turno único. Após 15 rodadas, os oito melhores avançam para as quartas de final, enquanto os dois piores cairão para a Segundona Paulista de 2020. Além disso, apenas os finalistas terão direito ao acesso.

Foto: Rodrigo Corsi/FPF
Foto: Rodrigo Corsi/FPF

COM PÊNALTIS
Por outro lado, diferentemente de 2019, quando o dono da melhor campanha recebia a partida decisiva da eliminatória e contava com o direito de atuar por dois resultados iguais, haverá penalidades máximas no mata-mata. Ou seja, empate no placar agregado levará a decisão para os pênaltis.

TRANSMISSÃO AO VIVO
Por fim, a entidade presidida por Reinaldo Carneiro Bastos garantiu que 100% das partidas terão transmissão ao vivo pela internet através da FPF TV. A plataforma, porém, ainda será confirmada - em 2019, o parceiro foi o YouTube. A próxima Série A3 começa em 26 de janeiro e se encerra em 17 de maio.

OUÇA O PRESIDENTE REINALDO CARNEIRO BASTOS SOBRE O PAULISTÃO!

OS PARTICIPANTES
No ano que vem, a Série A3 contará com Nacional e Linense, rebaixados na Série A2, além de Marília e Paulista que conquistaram o acesso na Segundona. MAC e Galo do Japí ainda decidirão o título da última divisão nos dois próximos fins de semana.

A competição ainda terá Velo Clube, Capivariano, Desportivo Brasil, Noroeste, Barretos, Comercial, Primavera, EC São Bernardo, Rio Preto, Batatais, Grêmio Osasco e Olímpia. Enquanto isso, perdeu o campeão Osasco Audax e o vice Monte Azul que conquistaram o acesso, além de Taboão da Serra e São Carlos, rebaixados à última divisão estadual.