ESPECIAL: Gols nos acréscimos influenciaram na classificação do Paulista A3

O torneio estadual já teve 202 tentos anotados, sendo 21 deles (10,4%) marcados nos acréscimos do segundo tempo

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 12 (AFI) - O Campeonato Paulista da Série A3 chega em seu momento decisivo com quase todos os times na disputa pela classificação e com alguns tentando escapar do rebaixamento. O torneio já teve 202 gols, sendo 21 deles (10,4%) marcados nos acréscimos do segundo tempo. E não é exagero dizer que esses gols podem mudar a história do torneio.

Ao todo, dez jogos tiveram seus resultados finais diferentes em virtude de gols marcados nos acréscimos. O maior beneficiado foi o Noroeste, que conseguiu empatar contra o Taboão da Serra e vencer o Desportivo Brasil com gols marcados após o tempo regulamentar e somou quatro pontos a mais nessas partidas.

O Barretos também acabou beneficiado. Caso os 21 gols marcados nos acréscimos não tivessem ocorrido, a equipe estaria na 14ª colocação ao invés da nona, que ocupa atualmente. Nesse quesito, o maior prejudicado é o Rio Preto. O time, atualmente em 10º lugar, estaria em oitavo na classificação virtual.

Foto: Divulgação / Desportivo Brasil
Foto: Divulgação / Desportivo Brasil
Ameaçados pelo rebaixamento, Taboão da Serra, Olímpia e São Carlos também perderam pontos importantes. Primeiro fora da zona de rebaixamento, o time da Grande São Paulo poderia estar em situação mais confortável, enquanto os outros dois teriam uma distância menor para os concorrentes em busca da salvação.

Veja abaixo a classificação real e como ficaria sem os gols marcados nos acréscimos, além dos jogos em que houve gols nos acréscimos.

ESPECIAL: Gols nos acréscimos influenciaram na classificação do Paulista A3
ESPECIAL: Gols nos acréscimos influenciaram na classificação do Paulista A3
Rodada 1
Primavera (+3) 2x1 (-3) São Carlos - Primavera marcou duas vezes nos acréscimos

Rodada 2
Velo Clube (+2) 1x0 (-1) Taboão da Serra - gol da vitória
Capivariano (+2) 1x0 (-1) Rio Preto - gol da vitória

Rodada 3
Osasco Audax 1x3 Velo Clube – (gol do Velo Clube) não mudaria

Rodada 5
São Carlos 1x3 EC São Bernardo - (gol do São Carlos) não mudaria
Primavera 4x0 Olímpia - não mudaria

Rodada 6
Desportivo Brasil (+3) 3x2 (-3) Osasco Audax - Desportivo Brasil marcou duas vezes nos acréscimos

Rodada 7
Comercial 2x3 Osasco Audax - (gol do Comercial) não mudaria
Grêmio Osasco 4x0 São Carlos - não mudaria
Noroeste (+1) 1x1 (-2) Taboão da Serra - gol do empate do Noroeste

Rodada 8
Desportivo Brasil 1x3 Velo Clube - (gol do Velo Clube) não mudaria

Rodada 9
Barretos (+2) 1x0 (-1) Primavera - gol da vitória

Rodada 10
Barretos (+1) 2x2 (-2) EC São Bernardo – gol de empate do Barretos
Grêmio Osasco (+2) 1x0 (-1) Olímpia - gol da vitória
Velo Clube (+1) 2x2 (-2) Capivariano - empate do Velo
Noroeste 3x2 Desportivo Brasil - empate do Noroeste

Rodada 11
São Carlos 1x3 Batatais - (gol do São Carlos) não mudaria
Capivariano 2x0 Grêmio Osasco - não mudaria

Ruben Fontes Neto, especial para FPF