Capivariano 3 x 1 Velo Clube - Vantagem revertida e classificação às semi

Ademir, Bill e Vini anotaram os gols da classificação do Leão

por Agência Futebol Interior

Capivari, SP, 07 (AFI) - O Capivariano está na semifinal da Série A3 do Campeonato Paulista. Na tarde deste sábado, na Arena Capivari, no interior de São Paulo, o Leão fez sua parte e derrotou o Velo Clube, por 3 a 1, no jogo de volta das quartas-de-final do torneio. Ademir, Bill e Vini marcaram os gols da classificação, enquanto o Chuck marcou para o Galo.

No primeiro jogo, o Velo Clube havia vencido por 2 a 1. Desta forma, o Capivariano ficou com a vaga por ter feito 4 a 3 no placar agregado. O adversário na próxima fase será definido neste domingo, quando será disputado o último jogo das quartas de final.

O principal destaque da partida esteve fora das quadras, mais precisamente no banco de reservas do Capivariano. O técnico Roberval Davino roubou a cena, primeiro com a influência tranquilizadora aos seus jogadores num confronto mata-mata. Depois, usando o banco de reservas, ele mudou a história do jogo, ao promover a entrada de Mamadeira, jogador que quebrou o sistema defensivo do adversário e fez a jogada do primeiro gol.

O JOGO
O Capivariano tentou assumir o controle da partida, mas viu o adversário ser mais incisivo pelo lado esquerdo, usando a velocidade de Ruster e Chuck. Numa boa subida da dupla, Chuck recebeu de Luiz Henrique, limpou o goleiro, mas finalizou fraco. Em cima da linha, Gutierrez conseguiu fazer o corte.

O duelo seguiu equilibrado e bastante aberto. Pedro teve a oportunidade de abrir o placar para os donos da casa, recebendo passe de Bruno Sabiá. Na marca do pênalti, o atacante madou para fora. No contra-ataque, após lançamento de Felipe Rocha, Ruster deu a resposta em chute cruzado, errando o alvo por pouco.

Mais organizado, o Capivariano seguiu pressionando, com boa troca de passes e boa participação de Pedro, jogando fora da área. Após boa movimentação, Bill, artilheiro da A3, teve a chance de marcar, aos 29 minutos. Livre, ele recebeu a bola pingando, exagerou na força e mandou por cima.

O Velo Clube não deixou barato e foi para o intervalo perdendo uma grande oportunidade. Depois de cobrança de escanteio, a bola foi desviada no primeiro pau e sobrou limpa para Chuck. Novamente, o atacante errou na finalização e mandou longe, por cima.

AGORA VAI...

Os visitantes voltaram mais cautelosos com a entrada do volante Léo Cruz, na vaga de Alisson. O Capivariano teve dificuldades para manter o mesmo ânimo da primeira etapa e viu a entrada da área adversária congestionada. Em meio à dificuldade, o gol saiu aos 18 minutos.

Depois de cruzamento da direita, a bola ficou viva na intermediária e sobrou limpa para Ademir. O meio-campista bateu de primeira e não deu chances para Felipe Rocha. Atrás no marcador, o Velo Clube teve que ir para cima. Rondando a área adversária, os rio-clarenses empataram aos 25. Na pressão da saída de bola, Léo Cruz tomou do adversário e soltou para Chuck. O atacante limpou o zagueiro e finalizou firme.

A festa do Galo, no entanto, não durou mito. No ataque seguinte, Bill arrancou pela esquerda e foi derrubado dentro da área. Pênalti. Na cobrança, aos 26 minutos, o próprio atacante foi para a bola e não deu chances para Felipe Rocha.

No final, não faltou emoção, e o Capivariano ainda ampliou. Aos 45 minutos, depois de boa trama pela esquerda, Welder tocou para Vini, que driblou o goleiro e rolou para o gol vazio.

Ficha Técnica

Fase
Quartas de Final
Rodada
2ª rodada
Data
07/04/2018
Horário
17h00
Local
Arena Capivari - Capivari (SP)
Árbitro
Salim Fende Chavez

Renda
R$ 12.320,00
Assistentes
Fábio Rogério Baesteiro e Daniel Luis Marques

Público
1.215 pagantes
Cartões Amarelos
Capivariano: Bill
Velo Clube: Niander

Gols
Capivariano: Ademir 18' 2T, Bill 27' 2T, Vini 45' 2T
Velo Clube: Chuck 25' 2T
Capivariano
Christofer;
Welder, Rodrigo Sabiá, Gutierrez e Praxedes;
Rambo (Mamadeira), Ademir, Vini e Bruno Sabiá;
Bill (Pablo) e Pedro (Alexandre)
Técnico: Roberval Davino
Velo Clube
Felipe Rocha;
Romano (Guedes), Lucas Oliveira, Glauber e Romão (Makanaki);
Niander, Higor Meritão, Ruster e Luiz Henrique;
Chuck e Alisson (Léo Cruz)
Técnico: Cléber Gaúcho