Matonense 1 x 2 São Carlos - Águia da Central faz o vira e entra no G8

Para o time de Matão, assinalou Rufino, contra, enquanto Zé Henrique e Testoni fizeram para a Águia da Central

por Oscar Silva

Bebedouro, SP, 07 (AFI) - Diante de 19 testemunhas, a Matonse seguiu sua sina de derrotas. Se, no final de semana, tomou de 8 a 1 do Noroeste, nesta quarta-feira, no Stamatão, em Bebedouro, pela 15ª rodada do Campeonato Paulista da Série A3, a Sema perdeu do São Carlos por 2 a 1. Para o time de Matão, assinalou Rufino, contra, enquanto Zé Henrique e Testoni fizeram para a Águia da Central.

Com o revés, o Azulão vai se complicando na competição e permanece na zona de rebaixamento: é 18º colocado com 11 pontos ganhos. Já o Sanca entra no G8: com 22 pontos ganhos, é oitavo, mas pode ser ultrapassado pelo Velo Clube, Taboão da Serra e Monte Azul, que ainda atuam na noite desta quarta-feira.

Matonense 1 x 2 São Carlos - Águia da Central faz o vira e entra no G8 (Foto: Divulgação)
Matonense 1 x 2 São Carlos - Águia da Central faz o vira e entra no G8 (Foto: Divulgação)
NA FRENTE
Apesar do forte calor na cidade de Bebedouro, o São Carlos começou a partida a mil por hora.
Logo a dois minutos, quase inaugurou o marcador. Na cara do gol, Marcelinho tocou com
precisão, mas a bola ganhou a linha de fundo. O arqueiro da SEMA só ficou olhando a bola sair.

Aos 13, a Matonense deu o troco tirando o placar do zero. Rafael cruzou da esquerda e para a infelicidade do zagueiro Rufino, na tentativa de cortar a bola, tocou contra seu próprio patrimônio.Antes, de entrar a pelota ainda bateu na trave.

Dois minutos depois, quase o segundo do Azulão: não fosse a grande defesa de César, que, de mão trocada, mandou a bola para escanteio no toque de Lucas. Aos 18 minutos, a Águia da Central por pouco não deixou tudo igual. Na pequena área, Rômulo acertou uma bomba para uma grande defesa de Hudson. Em busca do empate, os visitantes chegaram com perigo com Renatinho.

DE VIRADA, NO G8 PROVISORIAMENTE
No retorno para o segundo tempo, Zé Henrique, aos quatro minutos, deixou tudo igual acertando um torpedo sem chance para Hudson. Aos 10, Rufino se redimiu do gol contra salvando a Sanca em cima da linha no toque de Arthur Santos. A bola ia entrando pelo setor direito, já que o arqueiro César estava batido no lance.

Na sequência, quem perdeu foi o São Carlos com Rômulo. No entanto, aos 15, Testoni fez o vira-vira. Bem no jogo, Testoni, cobrando falta na entrada da área, quase fez o terceiro. A bola tirou tinta da trave.

Na base da pressão, a Matonense foi com tudo em busca do tento de empate e quase empatou aos 41 minutos, com Miquéias. O atacante, na cara do gol, perdeu ótima oportunidade. O número um da Águia tirou a bola com os olhos.

Nos acréscimos, por pouco não saiu o terceiro da Sanca com Marcelinho. No último lance, a Matonense foi quem chegou com perigo. A zaga do São Carlos salvou no momento certo. A bola tinha direção do gol.

PRÓXIMOS JOGOS
Novamente em Bebedouro, no Sócrates Stamato, a Matonense recebe, no próximo domingo,
às 15 horas, o Atibaia. No sábado, às 16 horas, o São Carlos recebe, no Luisão, o Grêmio Osasco.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
15ª rodada
Data
07/03/2018
Horário
15h00
Local
Sócrates Stamato - Bebedouro (SP)
Árbitro
Douglas Marques das Flores

Renda
R$ 200,00
Assistentes
Diego Morelli de Oliveira e Ricardo Luis Buzzi

Público
19 pagantes
Cartões Amarelos
Matonense: Rodrigo, Arthur
São Carlos: Lucas

Gols
Matonense: Rufino 13' 1T (contra)
São Carlos: Zé Henrique 4' 2T, Testoni 15' 2T
Matonense
Hudson;
Rodrigo, Jougle, Pedro e Wellington;
Alan, Murilo (Thiago), Rafael (Alexandre) e Lucas (Cléber);
Arthur Santos e Miquéias.
Técnico: Glaucio Bastos
São Carlos
César;
Zé Henrique, Rufino, Lucão e Testoni;
Pepe, Renatinho (Neto) e Arthur;
Marcelinho, Rômulo (Carlão) e Douglas (Danilo)
Técnico: Luiz Muller
 
 
" />