Manthiqueira 1 x 0 Capivariano - Laranja Mecânica vence e respira na A3

Equipes se enfrentaram em Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, em duelo válido pela nona rodada

por Agência Futebol Interior

Guaratinguetá, SP, 14 (AFI) -O Manthiqueira voltou a respirar no Campeonato Paulista da Série A3. Atuando em casa, no estádio Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá, pela nona rodada, a Laranja Mecânica venceu o Capivariano, por 1 a 0 - gol de Paulo nos minutos finais do primeiro tempo. O confronto teve dois tempos distintos: no primeiro, os mandantes tiveram mais chances, enquanto o Leão pressionou bastante na etapa complementar.

Na competição, essa foi apenas a segunda vitória do Manthiqueira, que, no final de semana, enfrenta o Mogi Mirim, fora de casa. Anteriormente, vencera o Marília, no Abreuzão, por 1 a 0, na terceira rodada. Com os três pontos, sobe para a décima oitava colocação com oito. O MAC, primeiro time fora do Z6, tem 11.

O Capivariano, por sua vez, começa a ver ameaçada sua posição no G8. Sem vencer há três rodadas, fica com 15 pontos na sexta colocação. EC São Bernardo e Velo Clube, primeiros fora da zona de classificação, estão com 14 pontos, o mesmo do oitavo, o Monte Azul, equipe que recebe o Leão próximo sábado.

Manthiqueira 1 x 0 Capivariano - Laranja Mecânica vence e respira na A3 (Foto: Reprodução)
Manthiqueira 1 x 0 Capivariano - Laranja Mecânica vence e respira na A3 (Foto: Reprodução)
PRIMEIRO TEMPO
O confronto começou devagar, com as equipes se estudando. Assim, o primeiro lance mais perigoso aconteceu aos 10 minutos, Luciano foi à linha de fundo e cruzou com perigo. Por muito pouco, os donos da casa não abriram o placar. Aos 17, em um bate-rebate na pequena área, foi a vez de o Capivariano responder.

A partir deste momento, o duelo cresceu em emoção. Aos 24, Alexandre, dos visitantes, recebeu próximo à linha de fundo e bateu meio desequilibrado. A bola balançou a rede pelo lado de fora. Na jogada seguinte, a Academia quase tirou o zero do placar: Danilo cobrou falta da entrada da área com grande perigo.

Aos 33, o Leão chutou duas bolas na trave no mesmo lance. Na segunda delas, Bill perdeu o gol com o arqueiro rival caído. Aos 40, Nicolas bateu uma falta do mesmo lugar que Danilo. Dessa vez, o arqueiro capivariano precisou fazer a defesa e ainda contou com um desvio da trave para que a bola fosse para escanteio.

Botando pressão, o Carrossel, quando o cronômetro já apontava 43 minutos, finalmente abriu o placar. Após falta batida da esquerda, Paulo subiu mais alto que todo mundo. Com um leve desvio de cabeça, fez a bola morrer na gaveta direita do gol visitante. O resultado parcial refletiu bem quem teve as melhores oportunidades.

SEGUNDO TEMPO
Tal qual a etapa anterior, Manthiqueira e Capivariano começaram o confronto se estudando. O primeiro lance de destaque aconteceu apenas aos 16 minutos. Com posicionamento ofensivo, Rodrigo quase deixou tudo igual com duas cabeçadas em sequência.

Aos 30, sem querer, os visitantes chegaram com perigo mais uma vez. O lateral-direito cruzou do meio campo; balançando bastante, a bola foi caindo perigosamente e obrigou o goleiro mandante a jogar a pelota para escanteio.

Pouco depois, Victor, do time laranja, foi expulso e quase comprometeu a vitória. Pedro e Douglas tiveram as oportunidades de empatar para o Leão. Entretanto, sem caprichar na finalização, a vitória mandante acabou consolidada.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
9ª rodada
Data
14/02/2018
Horário
20h00
Local
Dário Rodrigues Leite - Guaratinguetá (SP)
Árbitro
Leandro Carvalho da Silva

Assistentes
Vladimir Nunes da Silva e Leandra Aires Cossette

Cartões Amarelos
Manthiqueira: Victor , Caká
Capivariano: Pedro

Cartões Vermelhos
Manthiqueira: Victor
Gols
Manthiqueira: Paulo 43' 1T
Manthiqueira
Pedrão;
Caká (Álvaro), Léo Turbo, Victor e Luciano Pit;
Jhoni, Alex, Paulo (Fábio) e Danilo;
Nicolas (Lucas de Lima) e Pedro
Técnico: Nilmara Alves
Capivariano
Ian;
Pablo, Rodrigo Sabiá e Gutierrez e Michel (Vinícuis Diniz);
Rambo, Bill, Vini e Deco (Douglas);
Alexandre (Pedro) e Bruno Sabiá
Técnico: Roberval Davino