Bandeirante 1 x 0 XV de Piracicaba - Quem não faz, toma!

por Agência Futebol Interior

Penápolis, SP, 17 (AFI) – O XV de Piracicaba não conseguiu converter as oportunidades em gols e por isso saiu de campo derrotado nesta quarta-feira, para o Bandeirante, por 1 a 0, no Estádio Tenente Carriço, em partida adiada pela primeira rodada do Campeonato Paulista da Série A3.

Confira:
A3: Carnaval? Sport Barueri trabalha firme em pleno feriado

Com esse resultado, o Bandeirante chegou aos seis pontos e subiu para a 13ª colocação, deixando a zona de rebaixamento. Já o Nhô Quim se manteve com quatro pontos e entrou no grupo dos quatro piores, caindo para a 17ª colocação.

O jogo!
O XV de Piracicaba durante toda a partida, mas não conseguiu balançar as redes do adversário. O primeiro tempo foi bastante fraco e as duas equipes erraram muitos passes e criaram poucas oportunidades de gol. Melhor, o Nhô Quim arriscava chutes de longa distância, mas mesmo assim não era feliz.

Na volta do intervalo, o XV de Piracicaba tomou controle da partida e foi para cima, mas perdeu muitos gols, para desespero do sistema defensivo. E como diz o ditado: quem não faz, toma! Aos 22 minutos, Rodolfo cabeceou a bola para trás e mandou para dentro do próprio gol,

Próximos jogos
O Bandeirante volta a campo no próximo domingo, pela sexta rodada do Campeonato Paulista da Série A3 contra o Red Bull, em casa. Já o XV de Piracicaba entra em campo no sábado contra o Sport Barueri, às 19h30, em casa.

Ficha Técnica

Bandeirante 1 x 0 XV de Piracicaba

Local: Estádio Tenente Carriço, em Penápolis-SP
Árbitro: Guilherme Carlos da Silva
Cartões Vermelhos: Lucas (Bandeirante); Marlon (XV de Piracicaba)
Gols: Rodolfo aos 22’/2T (Bandeirante)

Bandeirante
Rafael; Paulo Neto, Edmar, Álvaro e Andrezinho; Lucas, Rodrigo Uchôa, Matosinho (Hudson) e Neto (João Vítor); João Paulo e Samuel (Jho).
Técnico: Souzinha (interino)

XV de Piracicaba
Fernando Hilário; Vinícius Bovi, Marcos Vinicius, João Paulo e Eder Mathias (Maurinho); Felipe Nunes (Alex), Jordy, Rodolfo e Marlon; Julio Cesar (Paulinho) e Lucas.
Técnico: Moisés Egert