Monte Azul 3 x 2 Sertãozinho – Azulão vence a primeira na Série A2!

O Monte Azul foi superior durante toda a partida e se reabilitou após a derrota na primeira rodada

por Agência Futebol Interior

Monte Azul Paulista, SP, 07 (AFI) – Em duelo ‘elétrico’ na manhã deste domingo, o Monte Azul venceu o Sertãozinho por 3 a 2, no estádio Otacília Patrício Arroyo, em Monte Azul Paulista, pela segunda rodada do Campeonato Paulista da Série A2. O PLACAR FI acompanhou o duelo em TEMPO REAL.

O resultado foi importante para reabilitar o Monte Azul no campeonato, já que o time estreou com derrota para o Atibaia por 1 a 0, fora de casa. A vitória deste domingo colocou o time na sétima posição com três pontos.

Em compensação, o Sertãozinho conheceu sua segunda derrota em dois jogos disputados. Na primeira rodada o time já havia perdido para o XV de Piracicaba por 1 a 0, em casa. Com isso, o Touro dos Canaviais segue sem pontuar e em décimo terceiro lugar – ao lado de Velo Clube, Taubaté e EC São Bernardo.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS

LÁ E CÁ
Os dois times foram bastante intensos nos primeiros 45 minutos. Logo aos 24 segundos, o Sertãozinho encaixou ótima troca de passes e exigiu defesa do goleiro André, do Monte Azul. Após este susto, o time da casa equilibrou as ações e passou a criar as principais oportunidades de balançar as redes.

Aos seis minutos, Gilsinho tabelou com o companheiro e cruzou na área para Mineiro. O atacante, sem marcação, cabeceou pela linha de fundo, perdendo a chance de marcar o primeiro. Empolgado, o Monte Azul seguiu no ataque e aos 15 minutos João Celeri foi derrubado na área. O mesmo João Celeri foi para a cobrança e fez aos 17. (Fotos: Atlético Monte Azul)

Monte Azul e Sertãozinho fizeram jogo movimentado
Monte Azul e Sertãozinho fizeram jogo movimentado

A vantagem tranquilizou o Monte Azul, que ainda criou novas oportunidades de marcar, mas pecou na finalização. Melhor para o Sertãozinho, que igualou o marcador aos 36 minutos. Após bate rebate na área, a bola sobrou na entrada da área para Dener, que chutou forte, no ângulo de João Guilherme. Um belo gol.

Só que os donos da casa não desanimaram e quatro minutos depois fizeram o segundo gol. Aos 40, o Sertãozinho saiu jogando errado e Mineiro recebeu passe ‘açucarado’ para só ter o trabalho de balançar as redes.

Duelo na manhã deste domingo foi bastante movimentado

AZULÃO SACRAMENTA VITÓRIA
No segundo tempo, os dois times diminuíram a intensidade. O Monte Azul seguiu com maior posse de bola e assustou com algumas bolas aéreas. O Sertãozinho sentiu a parte física e teve dificuldade para impor pressão e buscar ao menos o empate fora de casa.

Ainda assim o time da casa conseguiu encontrar o terceiro gol. Aos 24 minutos, João Guilherme aproveitou nova falha na saída de bola do Sertãozinho e balançou as redes. O detalhe é que ele havia acabado de entrar em campo. Mérito para a visão de jogo do experiente treinador Luciano Dias.

Já nos acréscimos, aos 48, o capitão Marcelo Xavier aproveitou cruzamento e cabeceou para as redes descontando para o Sertãozinho, mas não havia mais tempo para buscar o empate.

PRÓXIMOS JOGOS
O Monte Azul volta a campo já na quarta-feira para enfrentar o Juventus, às 15 horas, na Rua Javari, em São Paulo. No mesmo dia e horário, o Sertãozinho receberá o Velo Clube, no estádio Frederico Dalmaso, em Sertãozinho.

VEJA OS GOLS DE CORINTHIANS 2 X 1 PONTE PRETA

Ficha Técnica

Fase
Primeira fase
Rodada
2ª rodada
Data
07/03/2021
Horário
10h00
Local
Otacília Patrício Arroyo - Monte Azul Paulista (SP)
Árbitro
Leandro Carvalho da Silva

Assistentes
Rodrigo Meirelles Bernardo e Veridiana Contiliani Bisco

Cartões Amarelos
Monte Azul: Gustavo Nicola, Vinícius, André
Sertãozinho: Mateus Silva, Cássio

Gols
Monte Azul: João Celeri 17' 1T, Mineiro 40' 1T, João Guilherme 24' 2T
Sertãozinho: Dener 36' 1T, Marcelo Xavier 48' 2T
Monte Azul
André;
Juninho, Cezane, Marlon e Kaio Cristian;
Gustavo Nicola, Vinicius e Gilsinho (Élvis);
Serafim (Matheus Prado), Mineiro (Xandy) e João Celeri (João Guilherme).
Técnico: Luciano Dias
Sertãozinho
João Guilherme;
Cássio, Michel, Marcelo Xavier e Malcoon;
Murilo (Júlio Pacato), Mateus Silva (Marcus Vinicius) e Velicka;
Dener, Renan Paulino (André) e Tony Galego.
Técnico: Rodrigo Fonseca