XV de Piracicaba 3 x 2 Portuguesa - Hat-trick de Daniel Costa garante virada do Nhô Quim

Equipes se enfrentaram no começo da noite desta segunda-feira (7), no estádio Barão de Serra Negra, na cidade de Piracicaba

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 07 (AFI) - O estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba, foi palco de um grande duelo, na tarde desta segunda-feira (7), pela rodada de ida das quartas de final do Paulistão A2 Sicredi. O XV de Piracicaba recebeu a Portuguesa e não fez um bom começo de duelo, mas conseguiu se superar e, com hat-trick de Daniel Costa, conseguiu a virada: 3 a 2.
_______________________________________________________________________________________________________

O confronto teve transmissão da Rádio Futebol Interior em parceria com a Rádio Educadora de Piracicaba, com Mario Luiz sendo o narrador.
_______________________________________________________________________________________________________

Com o revés, os lusitanos precisam vencer a partida de volta, em São Paulo, no Canindé, às 17h da próxima segunda-feira (14), por um gol de diferença para forçar a disputa de pênaltis - se conseguirem dois ou mais, garantem vaga às semifinais. Os interioranos, por outro lado, avançam com qualquer empate.

VEJA OS GOLS DA VIRADA

PRIMEIRO METADE DE PARTIDA
A Portuguesa, mesmo fora de casa, foi 'senhora das ações' em boa parte do primeiro tempo. Por isso, conseguiu abrir o placar já aos oito minutos. Guilherme Nunes fez grande jogada individual, entrou na área e cruzou para Lúcio Flávio, que não conseguiu fazer o desvio. Atento, Diego Rosa chegou tocando para o fundo do barbante.

A vantagem não tardou em ficar maior. Pouco depois, aos 15, Guilherme Nunes roubou a bola, acionou Lúcio Flávio e fez bela movimentação para aparecer como elemento surpresa, já dentro da área, e pegar de primeira, sem chances de defesa para Mota. Logo depois, a arbitragem precisou paralisar o duelo por conta de um drone que sobrevoou o gramado.

Além disso, aproveitou para fazer a parada técnica para aliviar o calor no Interior Paulista. O XV de Piracicaba, então, soube usar o cenário e conseguiu empatar rapidamente, em duas cobranças de pênaltis perfeitamente cobradas por Daniel Costa, aos 32 e aos 35. Um pouco antes, aos 27, Gregório já havia impedido Kadu Barone de marcar para os mandantes.

Daniel Costa fez o Hat-Trick da virada.
Daniel Costa fez o Hat-Trick da virada.

Foto: Michel Lambstein/XV de Piracicaba

SEGUNDO METADE DE PARTIDA
O XV de Piracicaba voltou para a etapa final com jogada ensaiada já a partir da saída do meio-campo, com poucos segundos. Após bola alçada, o capitão Diego Jussani desviou para Caio Mancha ajeitar para Macena, que soltou a pancada, mas o goleiro Dida fez bela intervenção. A virada alvinegra, porém, saiu rapidamente.

Macena e Jefferson Feijão, aos sete, puxaram contra-ataque de manual para os mandantes até que ele, Daniel Costa, recebeu na entrada da área, após acompanhar todo o lance, e bateu no cantinho direito do arqueiro rubro-verde, que não conseguiu impedir a virada e o hat-trick do camisa 10 piracicabano.

Os interioranos quase ampliaram aos 20, em cabeçada de Diego Jussani que parou em Dida após bom cruzamento de Daniel Costa; e também aos 28, quando Vinicius Silva saiu jogando errado, Macena conseguiu ter a posse de bola e encontrar Marcelinho, que finalizou cruzado e carimbou o travessão paulistano.

CONFIRA IMAGENS DO DUELO

Ficha Técnica

Fase
Quartas de final
Rodada
1ª rodada
Data
07/09/2020
Horário
17h30
Local
Barão de Serra Negra - Piracicaba (SP)
Árbitro
Leandro Carvalho da Silva

Renda
---
Assistentes
Anderson José de Moraes Coelho e Mauro André de Freitas

Público
Portões fechados
Cartões Amarelos
XV de Piracicaba: Douglas Marques, Diego Jussani, Caio Mancha

Gols
XV de Piracicaba: Daniel Costa 32' 1T, Daniel Costa 35' 1T, Daniel Costa 7' 2T
Portuguesa: Diego Rosa 8' 1T, Guilherme Nunes 15' 1T
XV de Piracicaba
Mota;
Jefferson Feijão, Douglas Marques, Diego Jussani e Paulão (Samuel Balbino);
Felipe Manoel, Gabriel Soares e Daniel Costa (Erison);
Kadu Barone (Erick), Macena (Kelvin) e Caio Mancha (Marcelinho).
Técnico: Evaristo Piza
Portuguesa
Dida;
Caíque, Ícaro, Felipe Gregório e Vinicius Silva;
Carlão, Guilherme Nunes e Roger Gaúcho (Roger Gaúcho);
Diego Rosa (Adilson Bahia), Lúcio Flávio (Anselmo) e Lucas Douglas (Geovane).
Técnico: Fernando Marchiori