Paulista A2 mostra que troca de treinador não é a solução. Confira todas as mudanças!

Apenas três clubes que estão no G8 do campeonato mudaram suas comissões técnicas

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) - O Campeonato Paulista da Série A2 é um bom exemplo de que a troca de treinador nem sempre é a melhor saída. Dos oito times que estariam classificados para as quartas de final, apenas três não estão com a mesma comissão técnica da primeira rodada.

O Portal Futebol Interior fez um levantamento e traz para você, internauta, todas as mudanças nas comissões técnicas da Série A2. Teve, inclusive, treinadores que foram demitidos e retornaram.

São Bernardo (Marcelo Veiga), Portuguesa Santista (Sérgio Guedes), Monte Azul (Luciano Dias), XV de Piracicaba (Tarcísio Pugliese), Juventus (Alex Alves), Audax (Robélio Cavalinho) e Rio Claro (Adilson Teodoro) são os clubes que estão com os mesmos treinadores.

Tarcísio Pugliese está no comando do XV de Piracicaba desde o início
Tarcísio Pugliese está no comando do XV de Piracicaba desde o início

FOI E VOLTOU!
A situação do Rio Claro, porém, é um pouco diferente das demais. Adilson Teodoro entregou o cargo após a derrota para o São Bento, pela nona rodada, mas uma reunião no dia seguinte definiu seu retorno. O desejo dos jogadores pesou na decisão.

Outro que fez "bate e volta" foi Wilson Júnior. A diretoria do Atibaia o demitiu após as seis primeiras rodadas, mas ele voltou duas rodadas depois. Neste período, o Falcão foi comandando interinamente por Carlão.

MUDANÇA CERTA
O Red Bull Brasil já sabia que teria mudança no seu comando técnico ao longo do campeonato. Técnico do time Sub-20, Alexandre Lemos esteve a frente do Toro Loko nas quatro primeiras rodadas de forma interina.

Isso porque Vinícius Munhoz estava comandando o Red Bull Bragantino na elite do Paulistão até que Felipe Conceição, contratado junto ao América-MG, assumisse a função.

TROCAS
Únicos clubes que estão presentes no G8 e tiveram mudanças nas suas comissões técnicas são: Taubaté (João Vallim substituiu Ivan Izzo), São Caetano (Adãozinho deu lugar para Alexandre Gallo) e Portuguesa (Moacir Júnior saiu e Fernando Marchiori chegou).

O São Bento começou mal das pernas sob o comando de Léo Condé e a troca por Edson Vieira fez muito bem. Com o novo treinador, o Bentão emplacou quatro vitórias em quatro jogos e deixou a zona de rebaixamento para colar no G8.

Edson Vieira tirou o São Bento da zona de rebaixamento e o colocou na briga pelo G8
Edson Vieira tirou o São Bento da zona de rebaixamento e o colocou na briga pelo G8

Já os dois times que estão na zona de rebaixamento mudaram suas comissões técnicas. O Votuporanguense começou com Marcelo Henrique e, apesar de ter apresentado evolução com Júnior Rocha, continua na lanterna. O penúltimo colocado Penapolense tem Alberto Félix após ter iniciado com Edson Só.

Único clube que está sem treinador neste momento é o Sertãozinho. Em queda livre e sem vencer há dez jogos, o Touro dos Canaviais acertou a saída em comum acordo com José Carlos Serrão na última rodada antes da paralisação por conta do coronavírus e ainda não definiu o substituto.

CONFIRA OS TREINADORES DOS CLUBES

1) São Bernardo - Marcelo Veiga
2) Taubaté - Ivan Izzo - João Vallim
3) Portuguesa Santista - Sérgio Guedes
4) Monte Azul - Luciano Dias
5) XV de Piracicaba - Tarcísio Pugliese
6) São Caetano - Adãozinho - Alexandre Gallo
7) Juventus - Alex Alves
8) Portuguesa - Moacir Júnior - Fernando Marchiori
9) São Bento - Léo Condé - Edson Vieira
10) Audax - Robélio Cavalinho
11) Atibaia - Wilson Júnior - Carlão - Wilson Júnior
12) Sertãozinho - José Carlos Serrão - sem treinador
13) Rio Claro - Adilson Teodoro
14) Red Bull Brasil - Alexandre Lemos (interino) e vinicius munhoz
15) Penapolense - Edson Só - Alberto Félix
16) Votuporanguense - Marcelo Henrique - Júnior Rocha