Rio Claro 1 (4) x (5) 2 Santo André - Jogo de maluco e vaga do Ramalhão

Time do ABC reverteu desvantagem de um gol e ficou com a vaga na semifinal

por Agência Futebol Interior

Rio Claro, SP, 06 (AFI) - Foi um jogo de maluco. Vantagem, gol salvador nos acréscimos e disputa de pênaltis. A decisão da vaga na semifinal entre Santo André e Rio Claro foi no detalhe, que acabou beneficiando o time do ABC Paulista.

O Ramalhão conseguiu reverter uma desvantagem de um gol, derrotou o Rio Claro, por 2 a 1, no Estádio Augusto Schmidt Filho, no interior de São Paulo, no jogo de volta das quartas-de-final da Série A2 do Campeonato Paulista. A classificação veio nos pênaltis, por 5 a 4.

Este jogo foi transmitido pela Rádio FUTEBOL INTERIOR em parceria com a Rádio ABC AM sob o comando de Ismael Alves.

DERROTA NA IDA
Na partida de ida, disputada no ABC Paulista, o Rio Claro venceu por 1 a 0 e conquistou o direito de jogar pelo empate dentro de casa para chegar à semifinal. O Ramalhão, no entanto, marcou dois gols ainda no primeiro tempo, com Rhuan e Cristian.

Na base da pressão, o Rio Claro forçou a disputa de pênaltis com gol do veterano Roger Bernardo aos 49 minutos do segundo tempo.

Nas penalidades, os dois times mostraram grande qualidade e converteram as quatro primeiras cobranças cada. Na quinta penalidade, Salustiano parou em Tomazella. Na sequência, Jobinho não deu chances para Murilo Prates e marcou o gol da classificação.

QUE JOGO
A chuva decidiu roubar a cena e se tornar protagonista no primeiro tempo da partida. Rio Claro e Santo André, no entanto, não se importaram com a água e fizeram um jogo movimentado.

Logo no primeiro minutos, Élton Martins obrigou Tomazella a fazer grande defesa. O Ramalhão respondeu logo em seguida. Jobinho finalizou colocado e assustou Murilo.

Em meio às poças d'água e as divididas no meio-campo, o Rio Claro aproveitou o posicionamento mais adiantado do rival para chegar. Em nova boa escapada, Helton foi lançado, invadiu a área e rolou para trás. Sapeka tentou ficar com a sobra, mas acabou desarmado antes da finalização.

REAÇÃO

Aos poucos, o Santo André sentiu dificuldades de jogar em seu novo sistema, com três atacantes. Desta forma, o Rio Claro aproveitou para assumir o controle da partida. O ataque do Galo construiu boas jogadas, mas teve problemas na hora de finalizar, parando sempre na defesa do Ramalhão.


RAMALHÃO EM CIMA

O Santo André não se intimidou com o crescimento do adversário a aproveitou a chance em bola parada para abrir o placar, aos 29 minutos.

Após escanteio fechado, em direção ao gol, Murilo não conseguiu fazer o corte e Rhuan chegou dividindo para empurrar a bola para o fundo das redes.

O movimentado primeiro tempo ainda teve gol perdido por Fernando, livre de marcação, e o Santo André ampliando. Aos 41 minutos, Jobinho e Rhuan fizeram grande jogada pela esquerda, que terminou em cruzamento rasteiro completado por Cristian no primeiro pau.

MEXIDA?
O Rio Claro voltou com uma nova postura no segundo tempo, mas demorou a encaixar seu jogo. O Galo teve mais posse de bola, foi ao ataque, mas não conseguiu finalizar. A equipe da casa só conseguiu levar perigo em jogadas de bola parada. Ícaro assustou em cabeçada, mas a chance real veio apenas aos 24 minutos.

Apreensão no Rio Claro na hora dos pênaltis
Apreensão no Rio Claro na hora dos pênaltis
Em nova bola lançada na área, Edson Dias apareceu para finalizar. Em cima da linha, Helton fez o corte. Os jogadores do Rio Claro saíram comemorando no lance e em seguida reclamaram. O árbitro Salim Fende Chavez mandou o jogo continuar. O lance reacendeu a partida e o Rio Claro foi para a pressão.

BOLAS ALTAS
Cruzando bola atrás de bola dentro da área, o Rio Claro carimbou a trave de Tomazella em cabeçada de Fernando. No rebote, Jussandro tentou finalizar de primeira, mas exagerou na força e mandou por cima.

Mesmo com espaço, o Santo André não conseguiu encaixar contra-ataques. Numa das escapadas em velocidade, Vinícius Rodrigues acabou desarmado pela poça d'água.

Na base do desespero, o Rio Claro foi buscar o gol salvador nos minutos finais. Aos 49 minutos, Roger Bernardo cobrou falta por fora da barreira e forçou a disputa de pênaltis.

Ficha Técnica

Fase
Quartas de Final
Rodada
2ª rodada
Data
06/04/2019
Horário
20h30
Local
Schmidtão - Rio Claro (SP)
Árbitro
Salim Fende Chavez

Assistentes
Neuza Ines Back e Enderson Emanoel Turbiani da Silva

Cartões Amarelos
Rio Claro: Roger Bernardo, Elton, Matheus Salustiano
Santo André: Icaro, Thomazella, Vinícius Rodrigues, Denis Germano

Gols
Rio Claro: Roger Bernardo 49' 2T
Santo André: Rhuan 29' 1T, Cristian 41' 1T
Rio Claro
Murilo Prates;
Toninho, Salustiano, Fernando e Jussandro;
Roger Bernardo, Franco, Daniel (Natan) e Formigoni (Vitor);
Elton Martins e Gustavo Sapeka (Edson Reis)
Técnico: Adílson Teodoro
Santo André
Tomazella;
Denis Germano, Ícaro, Heilton e Ruan;
johnnatan, Raphael Toledo e Cristian (Guilherme Garré);
Maykinho (Vinicius Rodrigues), Jobinho e Anselmo (Victor Sapo)
Técnico: Fernando Marchiori