Paulista A2: Futebol Sustentável pinta Distrital do Inamar de azul e branco

O projeto é idealizado pelo presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos

por Agência Futebol Interior

Diadema, SP, 21 (AFI) - O Água Santa foi desclassificado, na manhã deste domingo, do Campeonato Paulista da Série A2, mas o torcedor diademense fez uma linda festa na vitória por 3 a 2 sobre o Santo André, no Distrital do Inamar, em Diadema, pela partida de volta das semifinais. Muito disse se deveu ao projeto Futebol Sustentável.

Como venceu a primeira partida por 2 a 0, o Ramalhão conquistou o acesso e avançou para a decisão com o 4 a 3 no placar agregado. O Netuno, porém, também deve subir de divisão graças à fusão entre Bragantino e Red Bull, que se uniram e formaram o Red Bull Bragantino, o que deve abrir uma vaga no Paulistão de 2020. A ascensão, entretanto, deve ser confirmada apenas em outubro.

É SUSTENSHOW
O projeto Futebol Sustentável é idealizado pelo presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, e executado pela E&L Marketing, empresa administrada por Edivaldo Ferraz.

Futebol Sustentável - Água Santa x Santo André (Foto: Divulgação)
Futebol Sustentável - Água Santa x Santo André (Foto: Divulgação)
Vale lembrar como funciona o Sustenshow: para adquirir um ingresso, basta levar duas garrafas pets aos postos de troca.

MATERIAL DOADO
Todo material de reciclagem é destinado a uma cooperativa ou entidade da cidade que recebe a partida. Desde 2015, o projeto já tirou mais de quase 4 milhões de garrafas plásticas do meio ambiente. Assim, cerca de 2 milhões de torcedores já foram aos estádios paulistas, especialmente no Interior, através da ação.

"Importante sempre ressaltar a figura do presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, que apoia fortemente os clubes do Interior. Muito bacana ver o Água Santa solicitando o Futebol Sustentável na fase mais importante do Paulista da Série A2, que é a semifinal. O Distrital do Inamar ficou pintado de azul e branco", contou o empresário Edivaldo Ferraz.