Paulista A2: No Canindé, Portuguesa defende tabu em clássico com o Nacional

Com vantagem no histórico, time rubro-verde não perde para o tradicional rival da Barra Funda há 61 anos

por Luiz Carlos Éden

Sorocaba, SP, 06 (AFI) - A Portuguesa recebe o Nacional no próximo domingo (10), às 16 horas, no Estádio Dr. Oswaldo Teixeira Duarte, popular Canindé, em São Paulo, pela 11ª rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2, a segunda divisão estadual.

Este será o 42º confronto oficial entre as duas equipes. O retrospecto é amplamente favorável ao time rubro-verde. São 26 vitórias da Lusa, contra apenas oito triunfos dos nacionalistas, além de sete embates que terminaram empatados.

Além do histórico favorável, a Portuguesa não perde para o tradicional rival da Barra Funda há 61 anos. A última derrota foi por 4 a 2, fora de casa, em jogo valido pelo Paulistão de 1958.

No encontro mais recente, com gols de Raul e Luizinho, a Portuguesa venceu o Naça por 2 a 0, em pleno Estádio Niclau Alayon, na Barrra Funda, em São Paulo, pela 8ª rodada da primeira fase da Copa Paulista do ano passado.

Foto: Divulgação / Portuguesa
Foto: Divulgação / Portuguesa
LUSA BUSCA SE AFASTAR DO Z2
Após conquistar sua primeira vitória na temporada, vencendo o Taubaté por 3 a 0, fora de casa, a Portuguesa deixou a zona de rebaixamento. A Lusa é agora a 14ª colocada da tabela de classificação, com oito pontos ganhos, apenas um ponto de vantagem sobre o Penapolense, que abre o Z2. Se vencer o Naça, a equipe rubro-verde passará sonhar com vôos mais altos nesta reta final da primeira fase da Série A2, pois mesmo no momento ameaçada com a degola, esta apenas a quatro pontos do Santo André, que fecha a zona de classificação a próxima fase da competição.

NAÇA MIRA O G8
Sem perder há oito jogos, o Nacional vem para este clássico paulistano ainda mais motivado após vitória, de virada, sobre o Santo André, em casa, por 2 a 1. A equipe da Barra Funda aparece na 10ª posição, com dez pontos, mesma pontuação de Santo André e Votuporanguense, respectivamente, oitavo e nono colocados. Sendo assim, o Naça poderá retornar G8, desde que vença o duelo com a Lusa e seus concorrentes diretos venham a tropeçar na rodada.