Inter de Limeira x Portuguesa Santista - Será que vem o fim da maldição do Limeirão?

Time limeirense faz confronto direto em busca de conquistar a primeira vitória jogando em casa na temporada

por Agência Futebol Interior

Limeira, SP, 16 (AFI) - A torcida da Inter de Limeira não aguenta mais ir ao Limeirão e sair de lá frustrada, sem vitória. Ainda sem vencer em jogos como mandante na Série A2 do Campeonato Paulista, o time do técnico João Vallim tenta colocar fim ao jejum em duelo contra a Portuguesa Santista, a partir das 19 horas deste domingo, em jogo válido pela 12ª rodada do estadual.

O encontro é um confronto direto. Com seis pontos, dentro da zona de classificação, a Internacional tem três pontos a menos que a Briosa, que tem 20, mas não pode ultrapassar o adversário. Apesar da possibilidade de igualar a pontuação, o time limeirense tem duas vitórias a menos (6 a 4).

Foto: Divulgação / Inter de Limeira
Foto: Divulgação / Inter de Limeira
Na questão de encerram o jejum, a Inter se animar ao olhar o retrospecto de confrontos com a Portuguesa Santista. Isso porque nunca foi derrotada pelo time de Santos jogando no Limeirão, com seis vitórias e quatro empates.

OS TIMES
Para escalar a Internacional, o técnico João Vallim não contará com o lateral-esquerdo PC, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. De qualquer maneira, o jogador só entrou no segundo tempo na rodada passada, portanto o treinador pode repetir a escalação. Do lado da Portuguesa Santista, Sérgio Guedes não tem desfalques e também pode repetir o time.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
12ª rodada
Data
17/03/2019
Horário
19h00
Local
Limeirão - Limeira (SP)
Árbitro
Ricardo Bittencourt

Renda
R$ 20.865,00
Assistentes
Mauro André de Freitas e Paulo César Modesto

Público
1.580 pagantes
Cartões Amarelos
Internacional: Elvis, Tcharlles
Portuguesa Santista: Bruno, Diego Palhinha, Rafael Tufa

Gols
Internacional: Tcharlles 5' 2T
Portuguesa Santista: Wendell 23' 1T, Diego Palhinha 33' 1T
Internacional
Moisés;
Lucas Xavier (Alisson), Gean, Jean Pablo e Malcoon;
França, Marquinhos (Clebinho), Élvis e Chumbinho;
Tcharlles e Rodrigo Paraná (Gabriel Ramalho).
Técnico: João Vallim
Portuguesa Santista
John;
Rafael Ferro, Balardin (Bruno), Luiz Eduardo e Boré;
Acleisson, Tufa, Carlos Alberto e Diego Palhinha (Raylan);
Rodriguinho e Wendel (Wesley).
Técnico: Sérgio Guedes