Ídolo do Guarani, Fumagalli pendura as chuteiras com 307 jogos, 90 gols e como campeão

O meia Fumagalli tem 40 anos, sendo, com certeza, o maior ídolo da torcida na história mais recente do clube – nos últimos 20 anos

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 7 (AFI) – A decisão do Campeonato Paulista da Série A2, nesta noite no Brinco de Ouro, começou com homenagens na camisa dos jogadores do Guarani. Eles entraram em campo estampando nas costas o número 300, marca de jogos superada pelo meia Fernando Fumagalli, que de vez, pendurou as chuteiras.

O meia Fumagalli tem 40 anos, sendo, com certeza, o maior ídolo da torcida na história mais recente do clube – nos últimos 20 anos. Ele chegou à marca de 307 jogos, tendo marcado 90 gols. Desta forma é o sétimo maior artilheiro da história do clube. (Veja abaixo a relação dos 10 maiores goleadores)

Fumagalli fecha carreira com 307 jogos e 90 gols pelo Guarani. Foto: Rodrigo Villalba
Fumagalli fecha carreira com 307 jogos e 90 gols pelo Guarani. Foto: Rodrigo Villalba

DECISÃO AMADURECIDA
“É uma decisão que eu já vinha amadurecendo na minha cabeça há muito tempo. É triste, mas tem um momento na vida de que a gente precisa mudar. Chegou a minha hora” comentou, sempre aos gritos da torcida.

Mas ele garante que sai do futebol com a missão cumprida dentro do Brinco de Ouro.

“Deixo o Guarani na elite, como encontrei quando voltei. Foram cinco anos difíceis, mas nunca desisti. Estou com a alma lavada e com o sentimento de dever cumprido".

E finalizou com um rápido histórico.

"Tudo que eu sonhei se concretizou. conquistar o acesso, ser campeão. encerrar a carreira disputando um titulo é um privilégio. saiu contente, termino o ciclo. tive uma carreira brilhante e encerro com chave de ouro.
307 jogos. 90 gols. construi uma história bonita. na vitória ou na derrota. no momento mais difícil, eu estava aqui. agora deus me abençoou. nunca tinha a oportunidade de levantar um troféu como capitão. vou ter essa oportunidade, e comemorar com titulo".

Fumagalli vai ocupar o cargo de coordenador técnico do clube, já ocupando a nova função a partir do Brasileiro da Série B, que começa na próxima semana.

AGORA, CAMPEÃO
Nesta competição ele participou em 18 jogos, apenas duas vezes como titular. E fez apenas um gol. Mas ele realiza o sonho de ser campeão com o Guarani, o que não conseguiu duas vezes, quando sagrou-se vice-campeão.

Foi vice-campeão paulista de 2012, quando o Bugre perdeu para o Santos de Neymar. Naquele Paulistão, Fumagol fez nove gols. Em 2016, o experiente meia conduziu o time à final e ao acesso do Campeonato Brasileiro da Série C. Também marcou nove gols.

Confira os 10 maiores artilheiros do Guarani:

1 – Zuza – 221 gols
2 – Nenê – 137
3 – Careca – 118
4 – Augusto – 104
5 – Zequinha – 95
6 – Roberto Caco – 93
7 – Fumagalli – 90
8 – Jorge Mendonça – 88
9 – Villalobos – 87
10 – Fifi – 84 gols