Rio Claro x Portuguesa - Jejum por jejum, Lusa é a mais desesperada

O time rio-clarense não vence há cinco partidas, enquanto a equipe da capital está há oito rodadas sem vitória

por Agência Futebol Interior

Rio Claro, SP, 06 (AFI) - Donos de dois dos maiores jejuns do Campeonato Paulista da Série A2 no momento, Rio Claro e Portuguesa estão pressionados para reencontrar a vitória. Diante deste cenário, os dois se encontram em duelo marcado para 19 horas desta quarta-feira, no Augusto Schmidt, pela 11ª rodada do estadual.

A situação da Lusa é a mais delicada, já beirando o desespero. Sem vencer há oito jogos e com apenas uma vitória conquistada até agora, o time paulistano é o vice-lanterna, com oito pontos. A torcida vem mostrando irritação e já realizou uma série de protestos.

O jejum do Rio Claro é um pouco menor, de cinco jogos, mas foi o suficiente para custar o cargo do técnico Fahel Júnior, substituído por Leandro Sena. O novo comandante assume a equipe na nona colocação, com 13 pontos.

COM INTERINO
O Rio Claro realizou o primeiro treino já sob o comando de Leandro Sena, que tão logo chegou e começou a trabalhar com o elenco. Para este confronto porém, Adílson Francisco deve ser o técnico interino.

O Galo tem cinco desfalques. Gustavo Sapeka, artilheiro do time, está fora da Série A2, com suspeita de lesão no ligamento cruzado do joelho direito. Quem também está fora por contusão é o lateral-direito Hudson (coxa) e o zagueiro Walter (virilha). Por suspensão, o volante Acleisson e o meia Rafael Tavares também ficam de fora.

Portuguesa não vence há oito rodadas. (Foto: Ale Vianna / Divulgação Nacional)
Portuguesa não vence há oito rodadas. (Foto: Ale Vianna / Divulgação Nacional)
Ainda há outras duas dúvidas para a dupla Sena/Adílson no confronto desta quarta-feira: a armação da equipe pode ficar entre Rafael Mineiro e Rafael Sayão, que revezaram na titularidade nos últimos dois jogos, e também entre Victor Sapo e Lucas Douglas no comando de ataque, já que o primeiro não vem bem há algum tempo e o segundo entrou e marcou o gol de empate do

DESESPERO
A Portuguesa chegou ao oitavo jogo sem vitória ao empatar na manhã do último domingo com o Taubaté, por 1 a 1, no Canindé, pela décima rodada, e entrou na zona de rebaixamento, com os mesmos oito pontos do Osasco Audax, atrás no número de vitórias (1 contra 2).

Após o tropeço, o técnico Allan Aal reprovou a postura do time logo depois do Taubaté ter aberto o placar no Canindé e cobrou mais atitude dos jogadores rubro-verdes. A expectativa é que a Lusa mostre algo a mais já nesta quarta-feira.

“Tem que ser ainda mais brigado, aguerrido. Temos que contagiar o torcedor, e não o contrário. Esse clima quente temos que fazer dentro de campo, e fizemos no final (da partida diante do Taubaté). Vamos procurar manter e fazer em todos os jogos, tanto dentro quanto fora de casa”, disse o treinador, que não tem desfalques.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
11ª rodada
Data
08/03/2018
Horário
15h00
Local
Doutor Augusto Schmidt - Rio Claro (SP)
Árbitro
Thiago Luis Scarascati

Assistentes
Bruno Salgado Rizo e Paulo Cesar Modesto

Cartões Amarelos
Rio Claro: Orlando, Franco, Marcelo Godri
Portuguesa: Raul, Luizinho

Gols
Rio Claro: Mandacaru 11' 2T, Lucas 37' 2T
Portuguesa: Gabriel Santos 50' 2T
Rio Claro
Dheimison;
Orlando (Mandacaru), Luanderson, Matheus Salustiano e Acácio;
Marcelo Godri, Franco, Rafael Sayão (Lucas) e Rafael Mineiro;
Kadu Barone (Tsunami) e Victor Sapo

Técnico: Leandro Sena
Portuguesa
João Lopes;
Alanderson, Gabriel Santos, Marcos Vinícius e Franklin (César);
Jonatas Paulista, Luciano Sorriso (Luizinho), Vinícius e Pereira;
Raul e Fernandinho (Rodrigo)
Técnico: Alan Aal
 
 
" />