Penapolense 2 x 3 Portuguesa - Lusa vira para cima do CAP e deixa zona da degola

Já o time de Penápolis perdeu a oportunidade de retornar para o G4 da Série A2

por Agência Futebol Interior

Penápolis, SP, 12 (AFI) - A Portuguesa deixou a zona de rebaixamento na noite desta segunda-feira ao derrotar de virada o Penapolense pelo placar de 3 a 2, em pleno Estádio Tenente Carriço, pela 12ª rodada do Paulistão A2 Itaipava. O resultado impediu também que o time da casa retornasse ao G4.

Com isso, a Portuguesa, que quebrou uma série de dez tropeços seguidos, pulou para a 12ª colocação, com 11 pontos, dois a mais do que o Osasco Audax, primeiro dentro da zona de rebaixamento. Já o Penapolense perdeu a chance de voltar ao G4 e acabou na sétima posição, com 19. O Nacional, quarto, soma 21.

OLHA ESSA LUSA!
A Portuguesa foi fiel a tática implantada ao longo da semana, anulou o meia Branquinho no primeiro tempo e conseguiu aproveitar as poucas chances que teve em um jogo truncado para abrir o marcador. Aos 30 minutos, Pereira cobrou falta e contou com um desvio da barreira para enganar o goleiro Thiago Passos.

Atrás do placar, o técnico Thiago Oliveira, ainda com a lembrança da goleada, por 6 a 0, sofrida para o Nacional, na última rodada, e sonhando em retornar ao G4, fez logo duas mudanças. Com Matheus Humberto e Jefferson Maranhão em campo, a equipe da casa equilibrou as ações e começou a criar algumas oportunidades, mas sem muito efeito.

Portuguesa virou para cima do Penapolense - Silas Reche
Portuguesa virou para cima do Penapolense
A melhor chance foi em uma jogada em velocidade de Matheus Umberto, que invadiu a área pela esquerda e tentou o cruzamento. Gabriel Santos cortou e João Lopes saltou para evitar o escanteio. Já a Portuguesa chegou novamente com Raul, mas sem muita dificuldade para Thiago Passos defender.

VIROU E VIROU, DE NOVO!
O Penapolense voltou melhor para o segundo tempo, jogou a Portuguesa inteira para o campo defensivo, mas não conseguia furar o bloqueio.Aos 14 minutos, Leandro Love recebeu a bola dentro da área e chutou para a defesa de João Lopes.

Aos 17 minutos, não teve jeito. Branquinho acionou Denis Neves pelo lado esquerdo de campo e tocou na medida para Leandro Love. O atacante dominou e tocou para o fundo das redes. O gol animou o time da casa, que não demorou para virar. Renato Xavier recebeu de Love e deu um leve toque para Jefferson Maranhão. O atacante soltou o pé do meio da rua e mandou no ângulo.

A Portuguesa foi esboçar uma reação apenas depois de sofrer o segundo gol. Gabriel recebeu dentro da pequena área e fez o arremate à queima-roupa de Thiago Passos, que fez um milagre para assegurar o triunfo do Penapolense. Em seguida, aos 36 minutos, Thiago recebeu passe açucarado e tocou na saída do goleiro da equipe rival para deixar tudo igual.

Antes do apito final, a Portuguesa foi com tudo para cima do Penapolense e ‘dançou o vira’. Em bela jogada de contra-ataque, Pereira recebeu pela direita e cruzou na cabeça de Luiz Thiago, que testou firme para dar números finais ao confronto.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, o Penapolense enfrenta o Guarani no domingo, às 10h, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. No mesmo dia e horário, a Portuguesa faz o clássico contra o Juventus no Canindé, em São Paulo.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
12ª rodada
Data
12/03/2018
Horário
20h00
Local
Municipal Tenente Carriço - Penápolis (SP)
Árbitro
Márcio Roberto Soares

Renda
R$ 11.890,00
Assistentes
Ricardo Pavanelli Lanutto e Rafael Tadeu Alves de Souza

Público
1.189 torcedores
Cartões Amarelos
Penapolense: Grafite, Leandro Love
Portuguesa: Vinícius Martins

Gols
Penapolense: Leandro Love 17' 2T, Jefferson Maranhão 19' 2T
Portuguesa: Pereira 30' 1T, Raul 36' 2T, Luiz Thiago 39' 2T
Penapolense
Thiago Passos;
Grafite, Marcelo Bispo, Nino Santos (Nilo) e Denis Neves;
Jacio, Copetti (Matheus Humberto), Renato Xavier e Branquinho;
Leandro Love e Tauã (Jefferson Maranhão).
Técnico: Thiago Oliveira
Portuguesa
João Lopes;
Carlinhos, Gabriel Santos, Marcos Vinícius e Cesar (Franklin);
Jonatas Paulista, Vinicius Martins (Rodrigo Villares) e Vinicius Barba;
Raul, Pereira e Cesinha (Luiz Thiago)
Técnico: Alan Aal
 
 
" />