Inter de Limeira x Guarani - Sem tranquilidade, Bugre busca reação após tropeço

Time campineiro sofreu um empate nos últimos minutos na rodada passada e continua sem folga o G4

por Agência Futebol Interior

Limeira, SP, 06 (AFI) - Na vice-liderança do Campeonato Paulista da Série A2 há três rodadas, o Guarani ainda não conseguiu abrir vantagem em relação aos concorrentes. Com isso, entra na 11ª rodada com a missão de se colocar em uma situação mais tranquila dentro do G4. Depois de empatar por 1 a 1 em casa, com o Rio Claro, o time volta a campo às 20 horas desta quarta-feira, no Limeirão, onde enfrenta a Inter de Limeira.

Na segunda colocação, o Bugre tem os mesmos 19 pontos que o terceiro colocado Sertãzoinho e o quarto Penapolense, com vantagem no saldo de gols e número de vitórias, respectivamente. A distância para o quinto colocado Nacional, primeiro time fora da zona de classificação, é de apenas dois pontos.

Como o time da capital tem um confronto direto com o Penapolesne, o Guarani não corre o risco de deixar o G4 nesta rodada, mesmo se for derrotado. A Inter de Limeira, por sua vez, não tem chances de se colocar entre os quatro primeiros, já que é a oitava colocada, com 14 pontos, mas pode entrar de vez na briga.

COBRANÇA
A Inter vem pressionada por não vencer há dois jogos. A sequência em si já é motivo de pressão, mas o cenário da última derrota foi o que mais incomodou. O time vencia o Sertãzoinho por 3 a 1, mas deixou o adversário virar e vencer por 4 a 3.

O desempenho culminou em uma cobrança interna. A diretoria do clube convocou o técnico João Vallim para uma reunião, com o objetivo de avaliar o ambiente do vestiário alvinegro e outros fatores que poderiam ser a causa da queda de rendimento.

Após tropeço em casa diante do Rio Claro, Guarani busca reação em Limeira. (Foto: Rafael Fernandes / Guarani FC)
Após tropeço em casa diante do Rio Claro, Guarani busca reação em Limeira. (Foto: Rafael Fernandes / Guarani FC)
“Isso demonstra que ninguém ficou satisfeito. Nem comissão, nem jogadores e nem a diretoria. Por isso, agora é foco total no trabalho para já na quarta darmos a volta por cima, respeitando a boa equipe do Guarani, mas com o objetivo único que é a vitória”, disse Vallim, que mesmo depois da derrota, vai repetir a escalação do Leão.

ZAGUEIRO QUESTIONADO
O empate com o Rio Claro na rodada passada teve gosto de derrota para o Guarani, já que o adversário igualou o placar aos 41 minutos do segundo tempo. O lance gerou uma pressão muito grande no zagueiro Lucas Kal, que já vinha sendo questionado pela torcida.

O fato fez com que o técnico Umberto Louzer considerasse a possibilidade de sacar o defensor do time. O recém-contratado Anderson era cotado para ficar com a vaga, mas sofreu uma entorse no tornozelo durante treino na segunda-feira. Com isso, Philipe Maia pode começar jogando, mas é mais provável que Kal seja mantido.

Fora a dúvida na defesa, o time vai ser o mesmo que jogou as últimas seis rodadas. Em uma fase melhor do que a do adversário, Louzer espera se aproveitar disso. “Um dos nossos objetivos é esse, jogar com sabedoria, muita intensidade e sabendo explorar o fator emocional do adversário e a necessidade deles em busca do resultado”,

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
11ª rodada
Data
07/03/2018
Horário
20h00
Local
Major José Levy Sobrinho - Limeira (SP)
Árbitro
Jose Claudio Rocha Filho

Renda
R$ 49.885,00
Assistentes
Mauro André de Freitas e Vladimir Nunes da Silva

Público
2.369 pagantes
Cartões Amarelos
Internacional: Teco
Guarani: Bruno Mendes, Ricardinho, Baraka

Gols
Internacional: Tom 38' 1T
Guarani: Erik 23' 1T, Bruno Mendes 38' 2T
Internacional
Rafael Pin (Moisés);
Vinicius Pedalada, Lucas Balardin, Nikão e Malcoon;
Teco (Ricardinho), Marquinhos e Moisés (Wesley);
Zé Mateus, Tom e Eder Paulista.
Técnico: João Vallim
Guarani
Bruno Brígido;
Lenon, Philipe Maia, Fernando Lombardi e Marcílio;
Baraka, Ricardinho, Bruno Nazário, Rondinellly (Denner) e Érick (Serafim);
Bruno Mendes (Pedro Bortoluzo).
Técnico: Umberto Louzer
 
 
" />