Água Santa 0 x 0 Rio Claro - Galo Azul segura empate com um a menos, mas está ameaçado

O time rio-clarensesegue na quarta colocação, agora com 11 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Guarani

por Agência Futebol Interior

Diadema, SP, 10 (AFI) - Com um homem a menos, o Rio Claro teve que se contentar com um empate sem gols com o Água Santa na tarde deste sábado de Carnaval, no Distrital de Inamar. Com o resultado no jogo válido pela 6ª rodada da Série A2, o time segue na quarta colocação, agora com 11 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Guarani. O Água Santa está na 14ª posição, com quatro pontos.

O primeiro tempo foi muito fraco tecnicamente, com os dois times muito apáticos, sem criatividade alguma para criar jogadas de perigo. Os goleiros praticamente não trabalharam e viram um jogo de dois times muito receosos. O cenário foi preenchido com muitas faltas e muitos passes errados.

Na segunda etapa, o jogou não melhorou muito. Então, o Rio Claro perdeu Victor Sapo, expulso, mas contrariando o protocolo, o time foi para cima mesmo com um a menos. A torcida do Água Santa se irritou com a pressão adversária diante das condições favoráveis e passou a gritar ‘olé’ quando o time rio-clarense tinha a bola nos pés.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira para a disputa da sétima rodada. O Rio Claro vai ao Plínio Marin encarar o Votuporanguense, às 16 horas. Mais tarde, às 20 horas, o Água Santa enfrenta o Sertãozinho no Frederico Dalmaso

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
6ª rodada
Data
10/02/2018
Horário
16h00
Local
Distrital do Inamar - Diadema (SP)
Árbitro
Rafael Gomes Felix da Silva

Renda
R$ 22.425,00
Assistentes
Daniel Luis Marques e Ricardo Pavanelli Lanutto

Público
2.961 pagante
Cartões Amarelos
Água Santa: Luan Dias, Gabriel Duarte, Leandro Cearense, Edson Sitta, Léo Rigo
Rio Claro: Hudson, Victor Sapo, Acácio

Cartões Vermelhos
Rio Claro: Victor Sapo
Água Santa
Edson Kolln;
Guilherme Andrade, Neguete (Audálio), Gabriel Limeira e Wellington Saci;
Léo Rigo, Edson Sitta (Romarinho) e Matteus Santos;
Luan Dias (Alex Gonçalves), Leandro Cearense e Gabriel Duarte
Técnico: Toninho Cecílio
Rio Claro
Dheimisson;
Hudson, Luanderson, Walter e Acácio;
Acleisson, Franco e Rafael Tavares (Rafael Sayão);
Kadu Barone (Marcelo Godri), Gustavo Sapeka (Júnior Mandacaru) e Victor Sapo.
Técnico: Fael Júnior