Portuguesa 1 x 1 Monte Azul - Deste jeito vai acabar na Série A3, Lusa!

Com este tropeço, os donos da casa começam a se aproximar das últimas colocações

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 27 (AFI) - A Portuguesa parece fazer um esforço tremendo para disputar a Série A3 do Campeonato Paulista em 2017. Mesmo com um jogador a mais em quase todo o segundo tempo, a Lusa chegou ao terceiro jogo sem vitórias e só empatou com o Monte Azul, por 1 a 1, na tarde deste sábado, no Estádio do Canindé, em São Paulo. O duelo foi válido pela nona rodada do Paulista da Série A2.

Com este tropeço, os donos da casa começam a se aproximar das últimas colocações, com apenas dez pontos, e correndo riscos de rebaixamento. Por outro lado, os visitantes continuam em situação crítica, já que estão afundados na zona de descenso, com apenas seis pontos.

QUE PIADA, LUSA!
O torcedor da Portuguesa que foi ao Canindé esperando uma vitória fácil do time se surpreendeu. Os donos da casa entraram dispersos, provavelmente relaxados por enfrentarem o então lanterna. E acabaram punidos aos cinco minutos, quando o meia Diego abriu o placar para o Monte Azul.

Depois disso, o que se viu foi um jogo de ataque contra defesa. No desespero e sem qualidade, a Lusa se lançou ao ataque. As chances surgiram mais pelas deficiências do adversário do que por méritos lusitanos. Aos 27 minutos, meia Caio Cézar cruzou n área e o atacante Guilherme Schettine desviou para fora.

As chances continuaram a surgir, mas o time mandante não conseguiu liquidar a vitória. Aos 40 minutos, Guilherme Schettine novamente perdeu uma chance incrível. O atacante saiu na cara do gol e acabou finalizou para defesa do goleiro Igor.

NEM COM UM A MAIS?
Na segunda etapa, as esperanças dos torcedores rubro-verdes se renovaram logo no início. Aos dois minutos, o zagueiro Rodrigo tentou cortar um cruzamento na área e acabou jogando contra o próprio gol. O gol contra ainda nos primeiros minutos deu novo ânimo à Portuguesa.

A situação ficou ainda mais favorável aos cinco minutos, quando o zagueiro do Atlético Vinícius fez falta, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Motivada pelo empate e com um jogador a mais, esperava-se uma pressão maior. O problema é que os donos da casa esbarraram nas próprias limitações e na ansiedade de seus jogadores.

Mesmo aos trancos e barrancos, as chances da Lusa foram surgindo. E quase sempre acabavam nas mãos do inspirado goleiro Igor. Aos 17 minutos, o lateral-direito Cesinha finalizou e o arqueiro espalmou. No rebote, Caio Cézar desperdiçou uma chance incrível.

Conforme o tempo passou, o drama aumentou a cada gol perdido ou defesa de Igor, grande destaque da partida, até então. Após o apito final, os jogadores lusitanos foram aos vestiários debaixo de muitas vaias.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima terça-feira, às 19h30, a Portuguesa volta a campo para enfrentar o Penapolense, no Estádio Tenente Carriço, em Penápolis. Enquanto isso, o Monte Azul encara o Mirassol, na quarta-feira, às 20h30, no Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

Ficha Técnica

Fase
1ª Fase
Rodada
9ª rodada
Data
27/02/2016
Horário
16h00
Local
Estádio do Canindé - São Paulo (SP)
Árbitro
Flávio Rodrigues Guerra

Assistentes
Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva e Márcio Dias dos Santos

Público
3.982 torcedores
Cartões Amarelos
Portuguesa: Marcelo Labarthe, Talis
Monte Azul: Vinicius, Vavá

Cartões Vermelhos
Monte Azul: Vinicius
Gols
Portuguesa: Rodrigo 2' 2T (contra)
Monte Azul: Diego 5' 1T
Portuguesa
Farley;
Cesinha, Talis, Luan Peres e Anderson;
Renan, Boquita (Bruno Nunes), Natan (Labarthe) e Caio Cezar;
Moacir (Diogo Gonçalves) e Guilherme Schettine.
Técnico: Ricardinho.
Monte Azul
Igor;
Charles, Vinícius, Rodrigo e Vavá;
Arthur (Sidney), Jô, Carlos Henrique e Renato Peixe;
Diego Lima (Michael) e Maranhão (Leonardo).

Técnico: Edson Só.
 
 
" />