Catanduvense 1 x 2 São Bento - Bentão carimba a sua volta à elite

Mais uma vez o técnico Paulo Roberto Santos levou um time para o Paulistão

por Rivail Oliveira

Catanduva, SP, 12 (AFI) - Sorocaba está em festa! O sofrimento acabou! Depois de “descer ao inferno” caindo para a terceira divisão sete anos atrás, o São Bento voltou à elite e foi do jeito que seu torcedor mais ficou acostumado: na base do sofrimento. Com as vitórias de Marília, Mirassol e Santo André, qualquer outro placar que não fosse a vitória azul e branca nesta manhã de sábado em Catanduva, contra o Grêmio Catanduvense, acabaria com o sonho do acesso. Com muita determinação e garra, o Bentão arrancou uma grande vitória por 2 a 1, gols de Herbert, no primeiro tempo e Marquinhos no segundo tempo (Róbson descontou para o Bruxo), e comemora o acesso para a primeira divisão.

Diretoria do BentãoRivail Oliveira

Com o resultado, o São Bento terminou em terceiro lugar, com 37 pontos, em 19 jogos, ao lado de Marilia com 36, do Red Bull e do Capivariano (campeão) com 40 pontos. O Catanduvense terminou em 11º lugar com 23 pontos.

Só dá Bentão
O São Bento começou com fome de bola e buscando o gol a todo momento. Logo aos dois minutos, o time abriu abriu o placar em uma bola parada pela direita. Depois de um chute forte de Givanildo, o goleiro do Veloso espalmou pra dentro da área e o zagueiro Herbert só testou livre para as redes, 1 a 0 para o Azulão.

Depois do gol, o São Bento recuou e passou a jogar nos contragolpes. Em um deles, Helton Luiz levantou na área e Makanaki pegou de voleio, mas mandou para fora aos 15 minutos. No lance seguinte, depois de um chute cruzado da direita, Veloso se atrapalhou, mas o ataque do Bentão não aproveitou. Aos 23 minutos, Makanaki recebeu sozinho, mas se atrapalhou na dividida com Veloso.

O time do acessoRivail Oliveira

A primeira chance do Catanduvense ocorreu somente aos 25 minutos com Robinson, que na “hora h” foi travado pela defesa do Bentão. Aos 39 minutos, depois de um desvio de cabeça no ataque de Catanduva, o atacante Robinson dividiu a bola numa saída arrojada do goleiro Ronaldo. O São Bento administrou o placar no restante do primeiro tempo. Neste momento, o Bentão já sabia que Marília, Mirassol e Santo André, concorrentes ao acesso, venciam e se tomasse um gol não conseguiria o acesso.

Bruxo esboça reação
No segundo tempo, o Catanduvense voltou mais aceso e pressionando mais o São Bento, que recuou muito, dando espaço para o Bruxo.

O São Bento buscava os contra-ataques, como aos 22 minutos, em uma boa trama, Helton tocou para André Cunha, que emendou e assustou Veloso. Esse foi o quadro nos 30 minutos iniciais do segundo tempo. Mas aos 32 minutos o Bentão sacramentou sua volta à primeira divisão, sete anos depois, ao marcar 2 a 0, com Marquinhos que ficou bem posicionado no segundo poste e depois de uma perfeita cobrança de falta de Helton Luíz, o “talismã do Bentão” testou firme no canto oposto de Veloso.

O gol acabou com as forças do Catanduvense que ainda marcou o de honra, aos 47 minuto, com Robinson.

Ficha Técnica

Fase
1ª Fase
Rodada
19ª rodada
Data
12/04/2014
Horário
10h00
Local
Estádio Silvio Salles, em - Catanduva (SP)
Árbitro
Flávio Rodrigues Guerra

Renda
R$1.760,00
Assistentes
Rogerio Pablos Zanardo e Bruno Silva de Jesus

Público
154 pessoas
Cartões Amarelos
São Bento: Tiago Tremonti

Gols
Catanduvense: Robinson 47' 2T
São Bento: Herbert 2' 1T, Marquinhos 32' 2T
Catanduvense
Veloso;
Diego Pitbull, Kelisson, Volpe e Nego (Wagner);
Cleber (Rafael Magalhães), Jeferson, João Gabriel e Marcus Vinicius (Rafael);
Robinson e Walker.
Técnico: Rodrigo Deião
São Bento
Ronaldo;
Claudio Santos (Eder), Herbert, João Paulo e Bruno Ré;
Roberto, Givanildo, André Cunha e Helton Luiz;
Makanaki e Tremonti (Marquinhos).
Técnico: Paulo Roberto Santos
 
 
" />