Grêmio Osasco 1 x 2 Pão de Açúcar - Lanterna foi fácil, PAEC!

por Agência Futebol Interior

Osasco, SP, 27 (AFI) – O Grêmio Osasco segue sua triste sina no Campeonato Paulista da Série A2. Na manhã deste sábado, o time de Osasco foi novamente derrotado. Dessa vez, o GEO caiu diante do Pão de Açúcar, por 2 a 0, no Estádio José Liberatti, pela 12ª rodada, sendo somente três empates e nove derrotas, o que pode ocasionar a troca no comando técnico.

Dessa forma, o GEO caminha a passos largos para retornar à Série A3 em 2011, divisão que deixou em 2009 ao conquistar o acesso. O time soma três pontos e segura firme a lanterna. Por outro lado, o PAEC chegou aos 26 pontos, ficando na segunda colocação, a somente um do líder União São João, e mais perto da classificação à segunda fase.

O errado e o certo!
No primeiro tempo, o time da casa dava pistas de porque está entre os piores colocados, já que o nível de futebol é sofrível. O motivo disso é a má administração que comanda o clube atualmente, apesar de ser a mesma que conseguiu o acesso à Série A2 na última temporada. Com mentalidade de que era capaz de disputar com o mesmo elenco da Série A3, o GEO está cada vez mais perto do rebaixamento.

Por outro lado, o Pão de Açúcar mostrava exatamente o contrário, já que a administração é o ponto forte do clube novato, mas que num futuro não muito distante estará na elite do futebol paulista. Aos 20 minutos, o Pão de Açúcar criou a primeira grande oportunidade de gol, quando Rafael Martin deixou Juca em perfeitas condições, mas o chute do meia saiu à direita de Adilson e se perdeu pela linha de fundo.

Dominando amplamente o jogo, o gol do Pão de Açúcar era questão de tempo e ele veio ainda no primeiro tempo. Aos 40, após bela troca de passes, Juca recebeu pelo lado direito da grande área e tocou para o meio na chegada de Rafael Martins, que apenas completou para dentro do gol e correu para comemorar ao lado dos companheiros de time.

Chances e gol!
O segundo tempo melhorou tecnicamente, já que o GEO precisou deixar o campo de defesa para buscar o empate. Assim, o time deixou espaços para o PAEC. Aos seis minutos, Rafael Martins recebeu dentro da área, dominou e fez o giro em cima do marcador, mas chute cruzado se perdeu pela linha de fundo. A resposta do GEO veio aos 11, quando Dedé arriscou da entrada da área e Cairo mandou para escanteio.

O Pão de Açúcar teve nova chance aos 13. Juca cruzou do lado esquerdo e encontrou Rafael Martins sozinho dentro da área. O atacante chutou direto e mandou pela linha de fundo, perdendo chance incrível. Quatro minutos mais tarde o time visitante ampliou. Sérgio Lobo fez jogada individual pelo lado direito da área e mandou para a meia lua. Marcelo chutou colocado e venceu o goleiro Adilson.

O PAEC continuou melhor e teve outra chance aos 24. Paulo Roberto arriscou da entrada da área e mandou à direita do gol. Em seguida, a resposta do GEO veio com Ugo Casagrande, que perdeu gol inacreditável, deixando seu pai, o fantástico Casagrande, morrendo de vergonha. Mas aos 32 o garoto se redimiu e marcou o único gol do GEO, que ainda foi expluso aos 44.

Próximos Jogos!
Pela 13ª rodada, o Grêmio Osasco joga fora de casa, quando encara o América, quarta-feira, às 16 horas, no Estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto. Por outro lado, o PAEC volta a campo no mesmo dia, mas às 15 horas, quando recebe o Osvaldo Cruz, no Estádio da Rua Javari, em São Paulo.

Ficha Técnica

Grêmio Osasco 1 x 2 Pão de Açúcar

Local: Estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco
Árbitro: Alessandro Darcie
Cartão amarelo: Geninho e Adriano (Grêmio Osasco); Alan, Mineiro e Neto (Pão de Açúcar)
Cartão vermelho: Ugo Casagrande (Grêmio Osasco)
Gols: Ugo Casagrande 32'/2T (Grêmio Osasco); Rafael Martins 40'/1T e Marcelo 17'/2T(Pão de Açúcar)

Grêmio Osasco
Adilson; Douglas Lopes, Fabão, Mendes e Ricardo Pereira (Adriano depois Thiago Feltri); Leandro, Edinho, Geninho (Ugo Casagrande) e Mineiro; Kaká e Dedé.
Técnico: Fransérgio Bastos.

Pão de Açúcar
Cairo; Bruno Peres, Max Sandro, Heverton e Valdo; Alan, Paulo Roberto, Marcelo (Neto) e Juca; Sérgio Lobo (Renatinho) e Rafael Martins (Denis).
Técnico: Serginho.