Corinthians 2 x 2 São Paulo - Clássico Majestoso termina igual e segue o tabu

Os dois rivais são líderes de seus grupos e já estão classificados para as quartas de final do PAULISTÃO

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 2 (AFI) – O Clássico Majestoso, disputado desde 1930,terminou com a manutenção do tabu corintiano na Neo Quimica Arena, neste domingo à noite, pela décima rodada do Campeonato Paulista, com empate por 2 a 2.

O São Paulo saiu na frente com Miranda, mas levou o empate com Luan ainda no primeiro tempo O gol da virada do Timão saiu aos 39 minutos do segundo tempo, marcado por Gustavo Mosquito. Mas Luciano, nos acréscimos, empatou de pênalti.

O tabu em Itaquera continua vivo: em 14 jogos, são 10 vitórias do Corinthians e quatro empates, com 28 gols alvinegros e 12 gols tricolores. O São Paulo mantenha uma sequência de nove vitórias consecutivas - sete pelo Paulistão e duas pela Libertadores.

Para o São Paulo, o resultado pouco importava. É líder do Grupo B e da classificação geral com 25 pontos, já estando classificado para as quartas de finais. O Corinthians também é líder do Grupo A, agora com 24 pontos, e também com vaga assegurada.

VEJA OS GOLS E MELHORES MOMENTOS

RIVAIS INTERNACIONAIS
Os dois rivais vão ter jogos internacionais no meio de semana. Na quarta-feira o São Paulo vai defender a liderança do Grupo E da Copa Libertadores, na Argentina, diante do Racing, vice-líder com quatro pontos. Este jogo acontece quarta-feira, às 19 horas.

O Corinthians vai tentar se recuperar Na Copa Sul-Americana diante do Sport Huancayo, no Peru, lanterna do Grupo E. Após a derrota em casa para o Peñarol, por 2 a 0, o time paulista ficou com um ponto em dois jogos. O jogo vai acontecer quinta-feira às 21h30. Somente o líder de cada grupo vai avançar à segunda fase.

Luan fez um golaço no primeiro tempo
Luan fez um golaço no primeiro tempo

MISTÃO QUENTE
O São Paulo entrou com um time misto, com o técnico Hernán Crespo poupando alguns jogadores que considera importantes, como os laterais Daniel Alves e Reinaldo e os atacantes Pablo e Luciano.

Mesmo assim, o Tricolor começou melhor e abriu o placar aos 14 minutos. Igor Gomes cobrou escanteio e Miranda subiu sozinho para desviar de cabeça no canto direito de Cássio. O goleiro saltou, mas sem sucesso.

Luan não marcava desde 13 de janeiro, na goleada por 5 a 0 sobre o Fluminense. Muito pouco para um jogador que foi contratado como 'estrela' junto ao Grêmio.

EMPATE COM GOLAÇO

São Paulo empatou nos acréscimos

Assustado, o Corinthians demorou para se assentar em campo. Os corintianos erravam muitos passes e não chegavam ao ataque. Mesmo assim, num lance bonito, chegou ao empate aos 40 minutos.

Piton cobrou rápido o lateral e Ramiro fez o passe para o meio, onde Luan pegou de primeira. A bola morreu no ângulo direito de Tiago Volpi que também saltou sem sucesso.

LUAN E MOSQUITO COMEMORAM O EMPATE

Espaço incorporado por HTML (embed)

GOLS NO FINAL
O segundo tempo foi mais tranquilo. O São Paulo até usou alguns titulares que entraram, mas não melhorou. O Corinthians manteve aquele seu ritual de muita disposição.

O Corinthians ficou anf rente aos 39 minutos, quando Luan lançou Fagner em velocidade pelo lado direito e o cruzamento saiu da linha de fundo. Na pequena área, o esperto Gustavo Mosquito desviou antes que Léo ou Tiago Volpi chegassem na bola. Ele deu um toque leve por cima.

Quando a derrota parecia certa, o São Paulo buscou o empate. Pablo foi agarrado na área por Jemerson e o árbitro anotou pênalti. Luciano pegou a bola e chutou forte e no alto, deixando tudo igual.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
10ª rodada
Data
02/05/2021
Horário
22h15
Local
Neo Química Arena - São Paulo (SP)
Árbitro
Flávio Rodrigues de Souza

Assistentes
Daniel Luis Marques e Evandro de Melo Lima

Gols
Corinthians: Luan 40' 1T, Gustavo Mosquito 39' 2T
São Paulo: Miranda 14' 1T, Luciano 50' 2T
Corinthians
Cássio;
Raul Gustavo, Jamerson e João Vitor;
Fagner, Gabriel, Ramiro, Luan e Lucas Piton;
Otero e Cauê.

Técnico: Vagner Mancini
São Paulo
Tiago Volpi;
Arboleda, Miranda e Léo;
Igor Vinícius, Luan, Rodrigo Nestor, Igor Gomes e Wellington;
Galeano e Vitor Bueno
Técnico: Hernán Crespo