Líder e invicto, Corinthians busca um bom futebol no retorno diante do Guarani

Mancini utilizou os quase 20 dias que teve de treinamento para tentar aperfeiçoar principalmente o posicionamento

por Agência Estado

São Paulo, SP, 11 - O Corinthians volta a jogar pelo Campeonato Paulista, neste domingo, às 20 horas, no Estádio Brinco de ouro da Princesa, em Campinas, diante do Guarani. O time do técnico Vagner Mancini espera manter a liderança do Grupo A e a invencibilidade de cinco jogos na competição com um bom futebol, coisa que ainda não apresentou nesta temporada.

Mancini utilizou os quase 20 dias que teve de treinamento para tentar aperfeiçoar principalmente o posicionamento e a produção ofensiva. O ataque, autor de seis gols em cinco jogos, é apontado com o principal responsável pelas vitórias magras tanto no Estadual como na Copa do Brasil, competição nacional na qual o time de Parque São Jorge eliminou Salgueiro e Retrô com apresentações medíocres.

Mancini apostará na base no confronto deste domingo
Mancini apostará na base no confronto deste domingo
Depois da entrevista desta sexta-feira do gerente Alessandro Nunes e do diretor Roberto de Andrade, quando foi revelado que o trio formado por Otero, Cazares e Jemerson não vai permanecer no clube após o fim do contrato em 30 de junho - cortes na folha salarial do elenco são o motivo -, Mancini fica com duas opções a menos para formar o ataque.

Desta forma, o Corinthians não deverá apresentar mudanças de nome na formação da equipe, mas de atitude. Jô, Gustavo Silva e Varanda poderão formar o ataque. Nos demais setores da equipe, nenhuma novidade. A defesa fica com Cássio, Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos, enquanto Ramiro, Camacho e Gabriel serão os responsáveis pela armação.

GUARANI COM NOVIDADE
O técnico Alan Aal poderá contar com a estreia do meia Régis, contratado do Cruzeiro durante o período de paralisação. Esta deverá ser a única alteração na equipe que vinha atuando, pois o treinador considera que quatro jogos disputados é uma quantidade muito pequena para analisar o grupo de jogadores.

"Foram quatro jogos que nós fizemos, tivemos já alguns parâmetros em cima daquilo que a gente imagina de ideal. Mas é um tempo muito curto ainda para que você possa fazer uma mudança muito drástica em relação a todo o elenco", disse o treinador em entrevista coletiva. O Guarani é o atual segundo colocado do Grupo D, com cinco pontos, três a menos que o líder Mirassol.