São Caetano 0 x 2 Red Bull Bragantino - Substituto de Claudinho fez a diferença

Vitinho entrou no lugar do camisa 10, poupado, e marcou os dois gols do Toro Loko

por Agência Futebol Interior

São Caetano do Sul, SP, 03 (AFI) - Em uma noite inspirada de Vitinho, que começou no lugar de Claudinho, poupado pela sequência de jogos, o Red Bull Bragantino venceu a primeira no Campeonato Paulista ao aplicar 2 a 0 no São Caetano, no Estádio Anacleto Campanella, pela segunda rodada.

Com quatro pontos, o Red Bull Bragantino vai dormir na liderança do Grupo C, podendo ser ultrapassado nesta quinta-feira pelo Ituano.

Já o São Caetano, integrante do Grupo D, está zerado. Essa foi a sua estreia, pois o jogo da primeira rodada, contra o Palmeiras, acabou sendo adiado devido a participação do adversário na final da Copa do Brasil.

A partida desta quarta-feira começou com 30 minutos de atraso devido a falta de energia no Anacleto Campanella, além da forte chuva que caiu em São Caetano do Sul momentos antes da bola rolar.

VEJA GOLS E MELHORES MOMENTOS

VÁRIAS CHANCES
Assim que a bola rolou no Anacleto Campanella, o Red Bull Bragantino quase abriu o placar antes do primeiro minuto. Lucas Evangelista cruzou e Helinho pegou mal, desperdiçando boa chance. A resposta do São Caetano veio em finalização de Guilherme Castro. Cleiton defendeu em dois tempos.

Apesar do susto, o Toro Loko continuou em cima. Vitinho cobrou escanteio fechado e Luiz evitou o gol olímpico. Na sequência, Lucas Evangelista desviou de cabeça para fora. Aos 21 minutos, Vitinho deu grande passe para Ytalo, que soltou a bomba. O goleiro do São Caetano espalmou.

Vitinho marcou os dois gols na vitória do Red Bull Bragantino (Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino)
Vitinho marcou os dois gols na vitória do Red Bull Bragantino (Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino)

ENFIM, OS GOLS
No lance seguinte, Edimar pegou de primeira e Luiz fez linda defesa. Depois de tanto insistir, o Red Bull Bragantino abriu o placar aos 26 minutos. Vitinho tabelou com Edimar, invadiu a área e bateu na saída do goleiro azulino.

O empate do São Caetano quase veio aos 29 minutos. Charles soltou a bomba em cobrança de falta e Cleiton espalmou. Mas quem voltou a marcar foi o Red Bull Bragantino, aos 35. Ytalo passou para Vitinho bater de primeira entre Luiz e a trave.

Ainda antes do intervalo, Charles cobrou falta e Cleiton quase aceitou, mas conseguiu se recuperar. Aos 46, os jogadores do São Caetano pediram mão de Lucas Evangelista dentro da área, mas o árbitro nada marcou.

Vitinho marcou os dois gols da vitória dos Bulls
Vitinho marcou os dois gols da vitória dos Bulls

CAIU DE PRODUÇÃO
O segundo tempo começou morno no Anacleto Campanella. Com a vitória encaminhada, o Red Bull Bragantino tirou o pé do acelerador e ficava apenas rodando a bola. Já o São Caetano esbarrava na sua própria limitação técnica.

Aos 11 minutos, Helinho soltou a bomba de fora da área e Luiz impediu o terceiro do Red Bull Bragantino. Na sequência, foi a vez do zagueiro Lucas Dias evitar mais um gol do time visitante.

O técnico Maurício Barbieri chegou a colocar Claudinho, eleito craque do Brasileirão, mas o camisa 10 não teve tempo para mostrar muita coisa. Enquanto isso, Luiz seguiu salvando o São Caetano em chutes de Hurtado e Leandrinho.

PRÓXIMOS JOGOS

Pela terceira rodada, o São Caetano volta a campo na segunda-feira, contra o Santo André, às 19 horas, no Canindé, em São Paulo. No domingo, o Red Bull Bragantino encara o Guarani, às 15 horas, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
2ª rodada
Data
03/03/2021
Horário
19h00
Local
Anacleto Campanella - São Caetano do Sul (SP)
Árbitro
Luiz Flávio de Oliveira

Assistentes
Evandro de Melo Lima e Robson Ferreira Oliveira

Cartões Amarelos
São Caetano: Luiz Felipe

Gols
Red Bull Bragantino: Vitinho 26' 1T, Vitinho 35' 1T
São Caetano
Luiz;
Tony, Lucas Dias, Caetano e Fernando Júnior;
Warian, Charles e Guilherme Castro (Pira);
Filipe Carvalho (Luis Felipe), William Amorim (Luizinho) e Diego Cardoso (Carlinhos).
Técnico: Wilson Júnior
Red Bull Bragantino
Cleiton;
Weverton, Léo Ortiz, Ligger e Edimar;
Ricardo Ryller, Lucas Evangelista (Eric Ramires) e Vitinho (Claudinho);
Artur (Leandrinho), Ytalo (Hurtado) e Helinho (Cuello).
Técnico: Maurício Barbieri