Ituano 1 x 0 São Bento - Galo segura pressão e aumenta tabu em clássico regional

De pênalti, Iago Dias, ainda no primeiro tempo, marcou o único gol do jogo que manteve o time de Itu com 100% de aproveitamento

por Agência Futebol Interior

Itu, SP, 04 (AFI) - No duelo que abriu as disputas de quinta-feira (04) da segunda rodada da fase de grupos do Paulistão na tarde desta quinta-feira (04), o Ituano fez jus ao fator casa para se manter com 100% de aproveitamento neste inicio de estadual. Jogando no Estádio Novelli Júnior, o time de Itu recebeu e venceu o São Bento, em um clássico regional, pelo placar de 1 a 0. De pênalti, Iago Dias no final do primeiro tempo, marcou o único gol do jogo.

Com o resultado, o Ituano fica isolado na primeira colocação do Grupo C com seis ponto e de quebra, mantém o tabu de oito anos sem derrota diante do São Bento, um de seus maiores rivais, já que as duas cidades são bem próximas uma da outra, com 30 km de distância. Já o time sorocabano conheceu a sua segunda derrota dentro do Paulistão e está na lanterna do Grupo B.

A partida foi transmitida ao vivo pela Rádio Futebol Interior, em parceria com a Rádio 365.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS DO DUELO


PRIMEIRO TEMPO
A partida começou bastante equilibrada, mas aos poucos o Ituano passou a ter mais posse de boa e criar as melhores chances para abrir o placar. Logo aos nove minutos, Fellipe Soutto cobrou falta com perigo e obrigou o goleiro Luiz Daniel a se esticar todo para fazer a defesa.

A resposta do São Bento também veio em uma bola parada. Aos 23 minutos, após uma cobrança de escanteio, Geovane Itinga apareceu entre os zagueiros e desviou de cabeça. Ligado no lance, o goleiro Edson conseguiu defender com a ponta dos dedos.

Ituano vence São Bento na segunda rodada do Paulistão
Ituano vence São Bento na segunda rodada do Paulistão

Mesmo assim, o placar só foi sair do zero nos acréscimos. Aos 37, o zagueiro Dirceu acabou colocando a mão na bola, cometendo pênalti.

Depois da confirmação do VAR, Iago Dias foi para a cobrança e não desperdiçou, mandando a bola no canto oposto de Luiz Daniel.

Por isso, o primeiro tempo terminou mesmo com a vitória parcial dos donos da casa.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, o São Bento passou a fazer pressão em busca do empate e criou a primeira boa chance aos sete minutos.

Depois de uma cobrança de falta de Daniel Costa, Victor Guilherme apenas resvalou na bola dando uma casquinha e mandou a bola rente a trave do goleiro Edson, que só olhou a bola sair. Fechado atrás, o Ituano tentava responder em contra-ataques rápidos.

Tanto que os donos da casa ficaram bem próximos de ampliar o placar aos 40 minutos. Após um cruzamento na área, Léo Santos testou firme no travessão. Porém, ligado no lance, o árbitro viu impedimento e invalidou a jogada. Até por conta disso, a partida terminou mesmo com a vitória do Ituano por 1 a 0.

HOMENAGEM
Antes do jogo, o clube fez uma homenagem ao técnico Ruy Scarpino que morreu, quarta-feira em Manaus, vítima da Covid. Uma faixa nas mãos dos jogadores dizia:

"Nosso eterno agradecimento ao técnico Ruy Scarpino. Descanse em Paz".

Scarpino comandou o Ituano várias vezes, como passou por vários clubes do Interior paulista como Santo André, Marília, rio Branco de Americana, União Barbarense entre outros.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo em momentos distintos. Enquanto o Ituano recebe o Mirassol, no próximo domingo (07), às 11h, no Estádio Novelli Júnior, em Itu, pela segunda rodada do Paulistão, o São Bento 'ganha uma folga' e encarar o Guarani, no dia 13, em Campinas, pela quarta rodada.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
2ª rodada
Data
04/03/2021
Horário
15h00
Local
Novelli Júnior - Itu (SP)
Árbitro
Thiago Duarte Peixoto

Renda
--
Assistentes
Paulo Cesar Modesto e Eduardo Vequi Marciano

Público
Portões Fechados
Cartões Amarelos
São Bento: Escobar, Italo

Gols
Ituano: Iago Dias 46' 1T
Ituano
Edson;
Jeferson, Suéliton, Léo Santos e Breno Lopes;
Bruno Lima (Tárik), Fellipe Soutto e Fernando Medeiros (Roni);
Fernandinho (Kadu Barone), Iago Dias (Branquinho) e Bruno Lopes (Victor Rangel).
Técnico: Vinícius Bergantin.
São Bento
Luiz Daniel;
Victor Guilherme, Dirceu, Marcão e Julinho (Pablo);
Fábio Bahia, Escobar (Alan Dias) e Daniel Costa (Mateus Santos);
Diego Tavares (Italo), Leilson (Ruan) e Geovane Itinga.
Técnico: Edson Vieira.